sábado, 15 de novembro de 2008

Me esqueceram!


Gente, esqueceram de mim, não é o título do filme, com aquele menino loirinho, o deixe-me ver ãh, ah já lembrei, é o Macaulin Calker, rsrs.

O povo parece que me esqueceu, some assim, não dão mais sinal de vida, se tornam pessoas relapsas, insencisíveis, desumanas, desnaturadas kkkkkkkkkkkkkkkkk, gente olha só o drama, o exagero da pessoa, minha cara fazer isso, kkkkkkkkkkkk( abafa o detalhe, rsrs)

Mas é sério, gente se lembrem de mim, por favor

tenho sentimentos, kkkkkkkkkkk

Tenho mesmo

rsr


É isso


Bju

3 comentários:

Karol Armstrong disse...

Ahumm...tadin dele...
hauhauhauha

as vezes é melhor q esqueçam ...do que q venham com falsos sorrisos...ou apenas interessado com o q tem a oferecer (nossa eu desabafei agora ...huahauhauh)

"relapsas, insencisíveis, desumanas, desnaturadas" >>> isso tudo é raiva e sentimento de abandono? huahauahuahuha

Sei como é quando nós sentimos esquecidos...sentimos como se ninguém ligasse pra gente...e infelizmente isso faz parte da vida =/





...q bom =], eu estou bem tbm na medida do possível...

Beijukiss ti cuida

Karol Armstrong disse...

oh obrigada!
esse foi um dos poucos q tenho escrito e sentido o mesmo q as palavras disseram...

Wow um furacão...então segure-se firme em mão amiga e siga em frente

ah comigo tah bem...na medida do possível...frustações temporárias...mas nada que um poema não me faça esquecer...que não me permita desabafar e sentir-me bem...
eu na vdd não tenho feito muita coisa não..tenho ido apenas pra escola..mas não tem tido muita lição..fim de ano é assim mesmo hauhauahuahu...
e vc, o q tem aprontado ..além do furacão...rsr

bjos DI e ti cuida!

Jefferson disse...

"As vezes passamos dias ou semanas inteiras sem receber nenhum gesto de carinho do próximo .Saõ períodos difíceis, quando o calor humano desaparece a se vida resume a um árduo esforço de sobrevivência.

Diz o mestre:
Devemos examinar a nossa própria lareira .Devemos colocar mais lenha e tentar iluminar a sala escura na qual a nossa vida se tranformou .Quando ouvimos o nosso fogo a crepitar , a madeira que estala , as histórias que as labaredas contam , a esperança ser-nos -á devolvida . Se somos capazes de amar , também seremos capazes de semos amados. É apenas uma questão de tempo"

Maktub

É preciso pararmos de exigir das pessoas, muitas vezes não possuem para elas mesmas. Estão vazias e sedentas... É responsabilidade daqueles que sabem amar ensinar os outros a tal. Na vida somos eternos aprendizes...Felicidades querido!