segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Um ciclo se fecha para outro ser aberto!

Como passou rápido o ano, praticamente num piscar de olhos, quase que na velocidade da luz, claro que com um certo exagero o meu, pois sou meio exagerado as vezes, poucas pessoas percebem isso, muitas na verdade, rs. Bom, andei sumido demais, perdi um pouco daquela empolgação que tanto tinha com o blog, estou tentando encontrar fontes que me inspirem e me façam voltar novamente para cá, pois é um lugar que tanto me fez bem e continua a fazer. Eu não queria terminar o ano e não deixar uma última postagem por aqui, faz parte da minha vida a tanto tempo que se tornou algo quase que obrigatório a se fazer. Deixar uma mensagem é um passo que faço a exatos 5 anos, nesse mundo onde conheci pessoas incríveis, fiz amizades lindas, convivi e convivo com pessoas maravilhosas, que tenho profunda admiração. Esse é mais um ciclo em minha vida que se fecha, uma nova página em branco que está para começar a ser escrita.
O ano que passou foi um marcado por grandes mudanças em minha vida, algumas saíram exatamente como eu esperava e outras infelizmente desandaram, as profecias que eu havia feito para mim foram tão eficientes quanto a profecia dos Maias sobre o fim do mundo, rsrs. Na verdade tiveram terceiras pessoas envolvidas em minhas profecias que acabaram se decepcionando com ela, mas tudo bem, a amizade fala mais alto e o perdão está incluso, rs. Uma dica para mim mesmo é não fazer mais profecias, acho que uma frustrada já é suficiente, rsrsrs. Um dia me perguntaram por que eu gosto tanto de escrever. Naquele momento eu não tinha uma resposta específica para dar, acredito que disse algo simples, quase sem importância, sem aquela convicção  aquele conhecimento de causa que costumo responder. Hoje eu diria que é a melhor forma que encontrei para dizer o que sinto, o que penso sem ter medo de ser julgado ou criticado. Hoje eu escrevo como forma de me libertar, libertar meus medos, meus sonhos, desejos, de libertar aquela vontade que vivia aprisionada em meu peito, mas que não tive coragem suficiente de dar-lhe liberdade para voar e seguir a direção que deveria de fato seguir. Aprendi com meus erros, estou tentando não cometê-los novamente e espero que consiga melhorar alguns pontos em minha vida que precisa de mudança. Acho que tenho muito o que melhorar, tenho que aprender a curtir mais a vida, sem ficar me preocupando demais com o depois, sem querer ficar me cobrando demais, como costumo fazer. Estou precisando mudar isso em mim, preciso escolher focos que sejam favoráveis e não coisas banais que infelizmente nos pegam as vezes e por insistência para não dizer burrice, ficamos ali tentando, tentando e tentando. Só aprendemos quando esfregamos a cara no asfalto, a dor nos faz acordar, então somos de fato obrigados a seguir em frente. Eu e meu exagero novamente, mas as vezes precisamos ser assim para que de fato possamos aprender. Algumas pessoas nos deixaram jogados ao vento como dizia Tio Alli, de O Clone, fui longe agora, rsrs. Mas esse jogado ao vento, é uma forma dramática, um tanto quanto exagerada que tenho a dizer que elas seguiram seus sonhos, seguiram suas vidas e preferiram não olhar para trás, não ficaram pensando demais  no que fazer, ao contrário de muitos de nós, que ficamos preocupados demais com essa zona de conforto em que nos colocamos. Outras infelizmente foram embora definitivamente e não mais voltarão. Seus espíritos foram para um outro plano, mas que de certo modo continuam olhando por nós, por seus entes queridos no lugar onde estejam. Muitas lágrimas foram derramadas nesse ano, mas acredito que mais risadas, gargalhadas foram dadas, não apenas por mim, mas por todos nós. Decidi uma coisa, não vou fazer tantos planos assim para 2013, quero aproveitar de forma natural, sem planejar demais, pois nunca dão certo quando se planeja tanto. Eu não vou dizer quero isso, quero aquilo. Eu vou fazer acontecer, não vou ficar esperando que caia em meu colo, jogado pelo veto como presente para mim. Vamos gritar, rir compulsivamente, sem nos preocuparmos com o que pensarão. Vamos nos preocupar apenas em viver, viver a vida como se deve, como se não fosse existir um amanhã. Se preciso chorar, chore, mas não deixe que essas lágrimas dominem suas vidas. É importante que elas desçam, mas é mais importante ainda que as risadas fluem.
Então, desejo um 2013 cheio de saúde, paz, alegrias, sucesso, prosperidade, amor, dindim, que Deus possa iluminar cada um de vocês e que possam lhes darem sabedoria e serenidade. Espero do fundo do meu coração, que todos sejam imensamente felizes, que façam com que cada minuto de suas vidas sejam algo precioso e que aproveitam o máximo que ela tem a lhes oferecer. Não tenham medo da felicidade, deixem que ela lhes acompanhe. Não fique pensando no que as pessoas dirão, não importe com o que elas achem de você, se importe com o que vc acha de si mesmo. A felicidade pode estar ao seu lado e você por medo não quer sua companhia. Ela pode escorrer por entre seus dedos e você pode não ter um outro encontro com ela. Ame mais, beije mais e faça mais coisas que tenha vontade, deixe seu coração aberto para que o amor possa preencher, se deixe ficar com aquele sorriso bobo estampado em seu rosto, aquele brilho no olhar que tanto ilumina e contagia a todos que estão ao seu redor.
Um brinde a mais um ano que se inicia e que ele seja incrível, assim como a vida é.



Um sussurro ao vento foi dado
Um pedido foi feito
E um sonho foi realizado
Um ciclo foi fechado para que outro possa ser aberto
Deixe que as folhas secas caiam ao chão
E o vento possa lhes dar uma direção
Olhe para trás e veja como foi bom
Mas não olhe para se lamentar do que passou
E por ironia do destino você não aproveitou
Deixe uma lágrima cair
E um sorriso em seus rosto surgir
Dê um passo com o pé direito a meia noite
Abrace quem você ama
Dê em seu amor um beijo especial
Para começar um ano cheio de boas vibrações
Se você não tem, mentalize um
Quem sabe no outro dia ele possa esbarrar em você
Brinde ao mundo que não acabou
Grite um feliz ano novo que começou
Ligue para aquele amigo que está longe de você
Perdoe quem lhe magoou, doe um pouco mais de amor
Abra o coração para a felicidade
E sinta um pouco de saudade


Um último poema de 2012, rsrs.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Olhos cor de amêndoas!

Aquele dia próximo ao meio dia
Os seus olhos me encontraram
Um olhar doce e um tanto sedutor
Me procuravam discretamente
Ah seus olhos
Olhos estes cor de amêndoas
Que me seduziam, me encantavam
E eu ali, tímido, tentava pelas fretas
Encontrar o seu olhar
Sorrisos um tanto bobos em meu rosto se formava
A cada cruzar de olhos que me eram pegos
E um rubor de vergonha se formava em minha face
Queria por vezes ir até você e lhe dar um oi
Mas não fui, não consegui
Um até logo foi dito, acompanhado de um sorriso
Ficou então um desejo, uma esperança de seus olhos cor de amêndoas
Eu pudesse novamente encontrar
Seus sorriso novamente poder ver
E um tocar de lábios poder acontecer



É isso

Bjo

Então gente, ando meio sumido, mas estive de mudança, trabalhando demais nos últimos tempos, daí já viu né?  rsrs Peço desculpas por isso, por não dar a atenção devida que costumava dar a todos os blogs, aos amigos que sempre acompanhei. Tentarei não ser assim tão relapso, rsrs.

Contato: dilsantos@rocketmail.com

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Não quero mais planejar!

Queria apenas fechar meus olhos
Deixar o silêncio invadir minha mente
Tentar me encontrar novamente
Sinto como se eu estivesse meio perdido
Tentando desesperadamente encontrar o caminho de casa
Algumas vezes acho que estou no caminho certo
Outras acho que andei em círculos
É como se existisse um campo magnético
Fazendo com que minha bússola se desorientasse
Chega ser exaustivo muitas vezes
As vezes quero sentar na calçada
Deixar o vento soprar em meu rosto
Com esperanças de fazer com que alguma ideia surja 
E me faça achar algumas respostas que tanto me martirizam
Tem momentos que penso que eu deveria andar sem rumo por aí
Sem pensar em nada, deixar a mente vazia
Ir atrás do desconhecido quem sabe
Tentar fazer algo diferente, sair da mesmice, da monotonia que anda minha vida
Dá vontade de gritar as vezes, de correr, bater a porta, de fugir
De não responder perguntas indagadas
De dar explicações que podem ser um pouco infundadas
Acho que vou seguir um caminho diferente
Quem sabe um pouco mais inconsequente
E deixar a razão meio de lado
E aproveitar mais, deixar as coisas acontecerem de forma mais natural, menos mecânica
Não quero mais planejar os passos de minha vida
Quero deixá-los soltos e descalsos, andando sobre a grama ou a areia
Quero deixar a chuva molhar meu corpo
E quero sentir o sol me aquecendo
Quero uma inconstância de sensações e emoções
Quero saborear o gosto do desconhecido
Do improvável e do inusitado
Quero viver como se deve viver
Pois é assim que se deve ser.

É isso

Bjo

Gente, estou entre o Top100 do prêmio TopBlog 2012, então vamos votar novamente. Vocês podem votar por e-mail, facebook, twitter, de preferência, votem pelos três por favor, caso não tenham, não me importo de que criem uma conta, fiquem super a vontade, rsrsrs. Bom, mas peçam a seus parentes, namorados(as), amigos, vizinhos, conhecidos, desconhecidos, mas o importante mesmo é pedir votos, muitos de preferência, o espírito da coisa é esse, ajudar o próximo, rsrsrs. Para votar é fácil, basta clicar no selo do lado direito ou aqui, ambos lhes levarão para a página de votação.
Então desde já agradeço a todos que votaram.

Contato: dilsantos@rocketmail.com






domingo, 30 de setembro de 2012

Fora dos padrões!

Não adianta eu querer mostrar que sou forte
Que possuo um escudo a me defender
Se vira e mexe meu verdadeiro ser
Se mostra, se expõe nitidamente a todos
Mostro-me como realmente sou
Com minha fragilidade, ingenuidade 
Apenas em querer ajudar, agradar
Acabo me desarmando 
Me deixando vulnerável demais
As vezes queria não ser assim
Queria ser um pouco mais frio
Ao menos em pouquíssimas vezes, em situações extremas
Mas na maioria das vezes não
Gosto de ser como sou, me torna especial
Ao menos quero acreditar nisso
Eu preciso acreditar nisso
Quero acreditar que todos ao meu redor
São pessoas boas, são pessoas que se preocupam com o outro
Mesmo não mostrando isso, no fundo quero acreditar
Sei que muitos me taxam, me rotulam
Falam de mim pelas costas
Me chamam de idiota, bobo, iludido
Mas não dispensam minha ajuda
Estão ali sempre me pedindo e eu sempre lhes ajudando
Mudar? Até já tentei, mas logo parei, pensei e voltei atrás
Não queria me perder, para me encaixar numa sociedade fria, padronizada
Escolhi me manter como alguém fora dos padrões
Alguém que escolheu manter suas características 
Se manter fiel a sua essência
Sem deixar que sentimentos negativos possam lhe influenciar
Sem deixar que a maldade alheia lhe contamine
Um dia quem sabe posso mudar, tentar não ser tão transparente assim
Poder controlar um pouco mais minhas emoções, meus impulsos
Assim talvez eu possa ter mais controle sobre mim
De quem sou hoje e de quem eu possa ser amanhã



É isso

Bjo


Gente, a campanha continua, as votações da 1º etapa vão até o dia 30/09/12, então continuem votando em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

De mãos dadas!

Hoje eu havia visto na rua, um casal de velhinhos,andando de mãos dadas e fiquei ali, parado por um tempo, admirando isso. Foi uma cena linda, emocionante, daquelas que a gente quer poder viver um dia. Encontrar alguém a quem amar, que nos ame e construir uma história bonita, claro que com seus dramas, mas o que seriam das relações sem os dramas para dar aquela balançada e deixar a relação mais emocionante? Engraçado que me lembrei de Danuza Leão, nada a ver com a história, mas veio assim sem mais nem menos. Eu sou um apaixonado pelas suas crônicas, confesso que já tive meus momentos inspirados nela. Gosto da forma como ela leva as coisas, acho uma forma tão natural, que paro e fico imaginando as cenas repassadas em suas crônicas. Século após século, as formas de se falar de amor sempre são um pouco clichês, mas não as deixamos de usar. Seja declamando versos de Sheakspeare, poemas autorais, tirados da internet, serenatas, mesmo não sendo algo comum de se ver ou mesmo vindas de frases de embalagens de bombom. Seja com uma rosa, que consegue tirar do olhar algumas lágrimas de felicidades, colocando um sorriso bobo em sua face ou mesmo um momento de silêncio, onde seus olhos dizem tudo o que sentem, sem a necessidade de se pronunciar uma única palavra se quer. Muitas vezes apenas isso é o que queremos, num determinado momento se torna o suficiente para nós, sabermos através do olhar da pessoa amada, que o sentimento que estamos ali, expondo, doando, é recíproco, pois amar é doar. É o tocar das mãos, o sussurrar nos ouvidos, as palavras que mexem conosco, que nos provocam e faz com que a gente fique com aquele brilho no olhar. É tão intenso quanto um eu te amo, dito de forma sincera, sem amarras, sem pressões, saída de forma natural, naquele momento em que você menos espera. Nesses momentos simples, é que se concentram os momentos mais fortes e intensos da vida de uma pessoa, são esses que serão lembrados muito tempo depois e mesmo tendo passado todo esse tempo, ainda será capaz de deixar você sorrindo a toa pelos cantos,com aquela cara de apaixonado que logo no início vivia estampada.


É isso

Bjo

Mais um dos poemas perdidos que encontrei esses dias, rs.

Gente, a campanha continua, as votações da 1º etapa vão até o dia 30/09/12, então continuem votando em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com




sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Forma livre!

Não quero apenas escrever por escrever.
Quero deixar cada palavra  sair de forma natural,
Quero que seja expulsa por cada poro do meu corpo,
Como suor a escorrer em dias ensolarados numa praia qualquer.
Quero deixar sair de forma livre,
Como uma brisa que leva uma folha seca pelo ar,
Sem destinos, sem caminhos a trilhar.
Cansei de tentar sair desesperadamente atrás de inspiração,
Ou quem sabe de uma canção que possa me impulsionar
E algo de concreto possa enfim se formar.
Não quero buscar um alguém a me inspirar
Quero coisas e várias pessoas a fazerem isso
Quero gritos, gemidos, gargalhadas poder dar
Sem medo do que as pessoas possam pensar
Não vou me deixar cair por mentiras sujas
Ou mesmo histórias vagabundas
Posso até chorar, mas não desesperar
Apesar de que isso possa ser de certa forma uma fonte a me inspirar
Para que algo mais forte possa se formar
Um novo rumo da história poder escrever
E assim de fato poder viver

É isso

Bjo

Mais um dos poemas perdidos que encontrei esses dias, rs.

Gente, a campanha continua, votem em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus, parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Circo de horrores!

A cada nova campanha eleitoral, sempre esperamos encontrar candidatos que tenham no mínimo seriedade, comprometimento e honestidade, essa está quase escasso de se encontrar atualmente, não apenas nesse meio político, mas de modo geral. Os candidatos que vemos é um verdadeiro circo de horrores, cada palhaço, cada ser assustador com seus jeitos, de chamarem a atenção, achamos que não tem como ser mais deprimente e a surpresa vem logo depois, com um candidato mais bizarro ainda. A palhaçada é tanta que ficamos sem entender, se estamos vendo uma propaganda eleitoral ou um humorístico de quinta categoria, que há muito tempo perdeu a graça e tenta desesperadamente se renovar mas não conseguem. É um leque de candidatos exóticos que você não sabe se deve rir ou ficar perplexo com tamanha falta de seriedade, de maturidade. Por que alguém que se presta a um papel ridículo desses não tem a menor condição psicológica de entrar no meio político e representar a população. O problema maior do povo, é querer protestar votando em candidatos desse nível, onde estão lá apenas para enfeitar e completar votos necessários dos partidos e é claro receber para tamanho trabalho. Está tão fácil se candidatar, que hoje em dia qualquer um está fazendo isso, só está faltando um mendigo lançar sua candidatura e lutar pelos direitos dos seus companheiros de rua e as pessoas vão achar isso tão engraçadinho e irão votar para protestar. Do jeito que as coisas vão indo hoje em dia, não me surpreenderia em nada se isso acontecesse. Sei que nesse meio é difícil encontrar um político que realmente lute pelo bem da população, que queira realmente fazer uma diferença, é algo raro, mas não é algo que esteja assim tão longe de nossos olhos. Mas o que fazer para mudar essa situação? É algo complicado de se responder, mas acho que temos que participar mais, sermos mais seletivos em nossas escolhas, estudarmos as propostas dos candidatados, vermos se elas tem fundamentos e se de fato são propostas sustentáveis, que visam favorecer a população de modo geral e não apenas determinados grupos. É preciso nos arriscarmos e torcermos para que tenhamos feito uma escolha certa.  Se você quer fazer uma diferença, lute pelo o que você acredita, opine, conteste, procurem fazer algo do qual possam se orgulhar. Se você acha que candidatos que usam slogans do tipo " Vote em Tayrone do jegue, você vai de Hilux e eu vou de jegue" você é tão sem noção quanto eles. Então pense bem antes de votar, para não se arrepender depois e colocar alguém sem escrúpulos e sem ideia alguma do que fazer para lhe representar.

Bom, eu gostaria de pedir desculpas pelo sumiço, por não ter respondido aos comentários e por não ter agradecido a cada um pelas felicitações de aniversário, mas eu estava precisando de um tempo para mim, um tempo para eu recuperar ao menos um pouco a empolgação em estar postando, acompanhando os blogs do meus amigos, de estar escrevendo como antes eu escrevia. Aos poucos está voltando esse sopro de inspiração que por tanto tempo me acompanhou. Na verdade nunca me deixou, acho que estava um pouco escondida, esperando um momento certo para voltar a tona, rs.

É isso

Bjo

Gente, a campanha continua, votem em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus, parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com




terça-feira, 21 de agosto de 2012

28 anos!

Nem estou acreditando que já é meu aniversário novamente. O tempo não está passando rápido, tá praticamente na velocidade da luz. Tá certo que exagerei um pouco,  por que sou meio exagerado mesmo, gosto de dramatizar um pouco as coisas, acho que dá um pouco mais de emoção, rs.
Eu meio que voltei no tempo, pois ano passado estava eu aqui escrevendo sobre meus 27 anos, agora chego ao 28. As vezes sentimos como se a vida estivesse passando rápido demais e você não está aproveitando-a como deveria. Eu tenho absoluta noção de que eu poderia estar aproveitando, curtindo inúmeras vezes mais, mas sempre temos um mas na vida, uma desculpa para nossos medos, defeitos até, sempre queremos passar uma imagem mais positiva para as pessoas. Eu costumo as vezes, fazer um balanço   do que vivi nesse último ano, mas esse eu quero fazer diferente. Quero fazer um balanço do que eu não vivi, do que eu deixei passar, para fazer diferente, para viver tudo que eu deixei de viver. Quero sentir novos sabores, novas sensações, quero fazer novos planos e poder fazer de fato um balanço realmente dos 28 anos. Quero chegar aos 29 diferente em muitos aspectos e continuar sendo quem sou, não quero me tornar um estranho. Bom, como de costume, um poeminha pra complementar.

Fechei meus olhos e vi o tempo passar
Deixei um ciclo se fechar
Para que um novo pudesse começar
Uma lágrima em meu rosto caiu
Mas logo em seguida um sorriso se abriu
Altos e baixos eu vivi
Momentos incríveis compartilhei
Com tantas pessoas especiais que encontrei
Promessas eu me fiz
Algumas eu cumpri, outras estão em segundo plano
Esperando o momento certo para se cumprir
Me lembrei de muitos momentos bons que vivi
Num balanço de minha vida que eu fiz
Saudades me acompanharam
Mas os momentos bons me abraçaram
Dos dias felizes que eu vivi
E outros me abraçarão
Dos muitos dias que ainda virão.


É isso

Bjo

Gente, novamente estou concorrendo ao prêmio TopBlog 2012 e espero ganhar esse ano, conto com a ajuda de vocês para isso. É fácil, é só clicar aqui que você irá direto para a página de votação ou clique no selo do lado direito da tela. Então faça sua parte, vote e peça para seus parentes, vizinhos, colegas, amigos, amigos dos seus amigos para votarem em mim, não se sintam constrangidos por favor, rsrsrs. Obrigado a todos.


Contato: dilsantos@rocketmail.com








domingo, 12 de agosto de 2012

5 anos!

Nunca achei tão difícil escrever algo, como estou achando sobre escrever essa postagem de 5 anos do blog.  Foram algumas tentativas frustradas de conseguir colocar no papel algo que eu possa falar ao menos ficou bom. Durante todo esse tempo eu tive meus altos e baixos, decepções, frustrações, amores e eu estive aqui, compartilhando, derramando tudo o que sentia, tudo o que queria. Derramei várias lágrimas, dei inúmeros sorrisos e gargalhadas, conheci pessoas maravilhosas das quais faço questão de estar sempre tendo contato e que não quero perder de forma alguma isso. Engraçado que eu sempre fui muito tímido, era do tipo que só conversava muito com amigos, mas quando era alguém desconhecido, eu quase não abria a boca. Quando criei o blog, foi apenas por criar, sem grandes expectativas, sem grandes planos. Aos poucos eu fui me apaixonando por ele, fui crescendo junto e com isso eu pude me ajudar e ajudar a outras pessoas. Me ajudou de certa forma a perder um pouco mais dessa timidez, a colocar para fora o que eu estava sentindo, não tinha o costume de expôr meus sentimentos, minhas emoções de forma tão aberta assim. Muitas vezes fiquei com um pouco de receio de falar sobre vários assuntos, de postar alguns poemas, eu me via ali totalmente desprotegido e ainda me vejo assim alguns vezes. Algo que é meio inusitado, é que eu nunca me achei um poço de coragem, sempre fui do tipo que ia andando devagar, quase que pisando em ovos em muitos aspectos da minha vida. Por mais que digam que me acham corajoso e tudo mais, não me sinto assim as vezes, acho que não somente eu, mas todos nós. Eu sei que tenho muito que melhorar, muito que evoluir como ser humano e eu tenho tentado fazer isso, tá certo que o caminho é imenso ainda, mas sei que a cada grão que é recolhido, é um brilho a mais de esperança em meu olhar. Só tenho a agradecer a todos que por aqui passaram, que continuam e os que infelizmente não mais. Aos que opinaram, que criticaram, tudo isso só fez com que eu procurasse melhorar mais meus textos. Tenho noção de que não são tão esplêndidos, mas tem um diferencial, que são os sentimentos que deposito sempre que escrevo algo. Então, deixo aqui meu muito obrigado, meu desejo de permanecer por mais um bom tempo por aqui e principalmente com os amigos incríveis que por aqui conquistei e aos que ainda irei conquistar.
Bom, decidir fazer algumas modificações por aqui, acho que eu já deveria ter feito isso a algum tempo, mas faltou coragem, motivação talvez. E como perceberam, a primeira mudança é o designer dele, nada esplêndido, acho que simplicidade tem seu charme, rs. Outra é que continuarei mantendo a base do blog, o que faz com que ele seja minha cara, mas quero mudar um pouco, necessito dessa mudança. Acredito que boa parte dos blogs, mal sobrevivem por 2 anos, caem no marasmo ou mesmo perdem o pique de continuarem escrevendo, atualizando e estão fadados ao fim. Não quero fazer parte dessa estatística de forma alguma, tenho muita história, lembranças marcadas aqui e muitas ainda a serem. Cada um tem seus motivos para colocar um ponto final, acho que precisam fazer isso para continuarem a seguir, pois alguns criam um blog para ajudá-los a superar determinadas situações conturbadas de suas vidas e como tudo se resolveu, não vêem mais motivos para continuarem com ele. Mas  voltando ao assunto das mudanças, decidi incrementar o blog, nada surpreendente, tudo que se tem por aí, mas mesmo assim, farei. Quero falar sobre música, literatura, arte, cinema, gastronomia, moda, enfim, tudo que seja interessante, rs.

É isso, então mais uma vez muito obrigado a todos.

Um bjo

sábado, 28 de julho de 2012

Outro caminho!

Vou fechar meus olhos
E por hoje eu não quero ver ninguém
Quero ficar ali, no meu canto
No meu quarto escuro
Escutando meus pensamentos
Tentando entender algumas coisas
Algumas pessoas
Tentando superar as decepções, as frustrações
E apagar as ilusões
Hoje eu quero ser melhor
Não quero guardar mágoas e rancores
Muito menos desamores
Decidi então deixar o passado para trás
E seguir em frente
Decidi escolher um outro caminho a percorrer
Deixar o vento em meu rosto tocar
E secar alguma lágrima que por ventura possa derramar
Pois sei que logo mais na frente
Alguém especial irei encontrar


Esse poema escrevi baseado nos sentimentos de um amigo, que está passando por um momento meio conflituoso, decepcionante de sua vida. Mas todos nós estamos sujeitos a passar por isso, só não podemos nos deixar abater, temos que continuar seguindo em frente.

Gente, novamente estou concorrendo ao prêmio TopBlog 2012 e espero ganhar esse ano, conto com a ajuda de vocês para isso. É fácil, é só clicar aqui que você irá direto para a página de votação ou clique no selo do lado direito da tela. Caso vote por e-mail, não se esqueça de validar seu voto, clicando no link que irá receber através dele. Você pode votar também pelo face e pelo twitter, caso não tenham, fiquem a vontade de criarem e votarem, rs. Então faça sua parte, vote e peça para seus parentes, vizinhos, colegas, amigos, amigos dos seus amigos, conhecidos e desconhecidos para votarem em mim, não se sintam constrangidos por favor, rsrsrs. Obrigado a todos.



domingo, 22 de julho de 2012

Primeiros versos!

Um dia sentado ali no chão da calçada
Na porta de casa
Escrevi meus primeiros versos
Fui colocando um pouco de tudo
Um pouco de amor e paixão
Uma pitadinha de medo, de solidão
E versos singelos, um tanto quanto dispersos
Pareciam transbordar do chão
Eu queria transmitir o que sentia
O que eu queria
Hoje, olhando-as ali escondidos, meio que perdidos
Vejo que muita coisa não mudou
Aquela inocência, ingenuidade de certo modo
Continuam, mesmo que em menor quantidade
Os sonhos e desejos cresceram, ocupado um pouco mais de espaço
Os medos infelizmente ou felizmente
Permanecem e vira e mexe resolvem ressurgir
Amor, paixão, esses continuo a levá-los em meu coração
Espero um dia poder compartilhar
E uma singela declaração escutar
Como um sempre vou te amar

Esse poema eu o encontrei meio perdido e incompleto, esperando um pouco mais de inspiração para completar, um pouco mais de sentimento a depositar.
Gente, novamente estou concorrendo ao prêmio TopBlog 2012 e espero ganhar esse ano, conto com a ajuda de vocês para isso. É fácil, é só clicar aqui que você irá direto para a página de votação ou clique no selo do lado direito da tela. Caso vote por e-mail, não se esqueça de validar seu voto, clicando no link que irá receber através dele. Então faça sua parte, vote e peça para seus parentes, vizinhos, colegas, amigos, amigos dos seus amigos, conhecidos e desconhecidos para votarem em mim, não se sintam constrangidos por favor, rsrsrs. Obrigado a todos.

sábado, 21 de julho de 2012

Parabéns Cesinha!

Tentei por várias vezes escrever algo para homenagear uma pessoa tão incrível quanto o nosso querido Cesinha. Esse que foi chegando aos poucos e logo conquistou seu espaço, mostrando o por que de ser tão querido. Hoje, ele está completando mais um ano de vida, mais um ano de experiências, de atitudes, decisões tomadas e outras a serem. Engraçado como todos costumam dizer sempre as mesmas coisas, parabéns, felicidades, tudo de bom, enfim. Mesmo que sejam simples, nada tão grandioso assim, mas acredito que quando é de coração, nos faz um bem enorme saber que fomos lembrados, que somos queridos. Isso faz com que a gente olhe para trás e possamos ver o rastro de coisas boas que estamos deixando, vermos as pegadas de todos aqueles que nos querem bem.
Eu, você, fulano, ciclano, poderíamos escrever um testo quilométrico sobre ele, mas é mais a cara dele um texto curto, mas repleto de sentimento, de pensamentos verdadeiros e não coisas politicamente corretas. Bom, é meio difícil as vezes escrever sobre pessoas tão queridas, especiais como ele, sempre queremos escrever algo único, que irá fazer com se lembre disso por muito tempo ou quem sabe por toda sua vida. Então, decidi deixar um vídeo, que obviamente todos que o conhecem já viu postado em seu blog, mas como não achei nenhum vídeo que ele não tenha postado, resolvi repetir assim mesmo, acho que é uma singela homenagem para um ser humano fantástico, que é admirado por mim e por todos aqueles que o conhecem.
Bom, parabéns então, que você consiga realizar muitos dos seus sonhos, que a cada dia você possa se renovar e surpreender a si mesmo e a todos que o cercam. Muita felicidade e um pouco de tristeza, pois faz parte de ciclo. Além do mais seria extremamente chato ser alegre o tempo todo não é? Por que assim, não teria um ombro para se reconfortar, rs. Que Deus possa iluminar sempre o seu caminho, que possa te dar serenidade e sabedoria para que você guie sua vida da forma mais bela possível. Nos resta sempre torcer por você e desejar que essa data possa se repetir por várias e várias décadas, sou exagerado, você sabe né? rs. E deixa eu parar por aqui, por que era para ser um texto pequeno, coisa simples, tô tagarelando demais, rsrsrs.



Um beijo menino.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Refrão de uma canção!

Ando mergulhado num branco
Tentando fazer com que uma simples palavra 
Seja escrita ali, para que outras possam vir a surgir
Busca incansavelmente algo a me inspirar
Mas é em vão
Parece que ela está querendo se isolar
Manter uma certa distância de mim
Tento a todo custo a persuadir
E fazer com que ela volte para mim
As vezes pareço conseguir
Outras acho que estou a me iludir
Decidir então tomar um decisão
Vou deixá-la livre, seguir qualquer direção
Deixar o vento a guiar
Pois em algum momento ela voltará
E então boas ideias surgirão
Como num lindo refrão
De uma canção


É isso

Bjo

Gente, novamente estou concorrendo ao prêmio TopBlog 2012 e espero ganhar esse ano, conto com a ajuda de vocês para isso. É fácil, é só clicar aqui que você irá direto para a página de votação ou clique no selo do lado direito da tela. Então faça sua parte, vote e peça para seus parentes, vizinhos, colegas, amigos, amigos dos seus amigos para votarem em mim, não se sintam constrangidos por favor, rsrsrs. Obrigado a todos.


sábado, 14 de julho de 2012

Um momento certo!

As vezes esperamos o momento certo, a ocasião mais oportuna e ficamos ali, estagnados, congelados no tempo na espera de que algo aconteça e nos motive. Coragem as vezes nos falta ou as vezes temos demais e não  usamos ou queremos usar e ficamos com medo de que não dê certo, de que não seja como esperávamos. Infelizmente muitas vezes deixamos que o medo ou um certo receio melhor dizendo, tome conta de nós e faz com que fiquemos naquela espera do momento certo que nunca chega. Temos que aprender a nos arriscar mais, mesmo que não seja da forma como gostaríamos, mas ao menos não ficamos nos martirizando, nos indagando sobre como poderia ser se ao menos tivéssemos tentando. O máximo que pode acontecer, é ouvir um não, mas esses nãos fazem parte da vida, sempre escutaremos eles e temos que seguir em frente com nossas vidas. Mesmo que hoje, agora, você escute o tão temido não, ali, logo na esquina quem sabe, você escute um sim.
Se você gosta de alguém, não deixe que o momento certo chegue, faça com que aquele momento, por mais inesperado que seja, seja enfim o seu momento certo, se declare, exponha seus sentimentos. Não queira viver uma vida de arrependimentos por não ter tentando se quer, prefira uma vida de erros, acertos, decepções, vitórias, amores, uma vida da qual você possa se orgulhar de tê-la vivido e não de tê-la deixado esvair por seus dedos.
Aquele sonho que muitos diriam ser idiota, mas que para você não é, vá lá e procure realizar, corra atrás e satisfaça esse desejo que a tempos você vem nutrindo. Eu aprendi a não deixar que meu sonhos e desejos fujam de mim. Aprendi a correr atrás, claro que já quebrei a cara algumas vezes, mas levantei e segui em frente. Já esperei muito o momento certo chegar, muitas vezes ele passou e eu por medo talvez deixei com que ele passasse por mim ou mesmo fiquei ali tão obcecado que me ceguei e não quis enxergar ou que eu simplesmente ficasse ali, de braços cruzados, esperando quem sabe uma próxima oportunidade que poderia vir um minuto depois ou não.
Então, faça com que o seu momento certo aconteça agora e seja feliz.

É isso

Um bjo


Gente, novamente estou concorrendo ao prêmio TopBlog 2012 e espero ganhar esse ano, conto com a ajuda de vocês para isso. É fácil, é só clicar aqui que você irá direto para a página de votação ou clique no selo do lado direito da tela. Então faça sua parte, vote e peça para seus parentes, vizinhos, colegas, amigos, amigos dos seus amigos para votarem em mim, não se sintam constrangidos por favor, rsrsrs. Obrigado a todos.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Um medo!

Um dia me perguntaram qual era meu maior medo. Confesso que a resposta mais óbvia que surgiu foi o medo da morrer, apesar dos meus outros medos. O fator que mais impulsiona esse medo é imaginar não estar presente na vida das pessoas das quais amamos tanto, fora outros fatores. Creio que esse medo ronda uma grande parte das pessoas, menos aqueles que estão acostumados a lidar com ela, como os médicos, apesar de que acredito que no fundo, se sintam um pouco abalados com esse fato, mesmo não demonstrando. Isso ocorre quando é algum paciente, do qual não tem assim laços fortes, claro que eles sentem, pois é uma vida que está se esvaindo, mas quando é alguém próximo, o abalo é o mesmo como todos as demais pessoas. Claro que tem suas exceções, tudo na vida tem as suas e com eles não seriam diferente. Um dos médicos dos quais eu trabalho, perdeu uma filha esse final de semana, nasceu morta. Foram tantos planos, tantas expectativas, sonhos e eles foram ceifados. Eu não tenho filhos, ainda não, mas me ponho no lugar e imagino a dor que deve ser perder um filho. Por não ter visto ela crescer, se desenvolver, pode até ser que seja mais fácil, o buraco no peito que fica não é tão grande, mas que não deixa de estar ali, pode até ser camuflado, mas não irá desaparecer. As emoções, o psicológico do ser humano é algo fascinante, que por mais que sejam estudados, nunca serão completamente compreendidos. Enquanto algumas pessoas sofrem por uma perda assim, existem outras que tiram uma vida sem a menor cerimônia, como se fosse algo normal, natural a ser feito.Usam requintes de crueldade que parecem serem tiradas de um filme de terror. Incendeiam um mendigo enquanto está dormindo, esfaqueiam e esquartejam pessoas próximas, por ciúmes, vingança. O mais assustador é quando fazem isso com uma criança que não tem a menor condição de se proteger. Ou mesmo aquelas mães, que não desejam a criança e a joga numa lata de lixo, coloca dentro de uma caixa de sapatos e deixa ali, debaixo de chuva, como se fosse um nada, como se fosse uma boneca que quebrou e a não a quer mais. Bate uma revolta e a gente sempre fica tentando entender o por quê de algo tão monstruoso, mas é em vão. Nem todos são levados pela consciência do que é certo ou errado, agem pelo impulso, pelo calor do momento e algumas ao menos se arrependem, claro que isso não irá mudar o que aconteceu, mas parece que a culpa diminui um pouco ao contrário daqueles que não se arrependem e ainda dizem que fariam tudo novamente. É algo que é difícil de se entender, eu ao menos não consegui até hoje e acredito que não conseguirei.
Como dizem, as crianças que morrem, viram anjos e vão para o céu, ao menos assim nos deixa um pouco mais de conforto e sabemos que Deus irá lhes acolher de braços abertos. Infelizmente hoje (10/07) recebi uma triste notícia, um tio meu faleceu. Me pegou de surpresa, não só a mim, mas a toda família. A parte mais difícil foram as lembranças que voltaram, a dor, aquele aperto no peito, pois naquele momento, me lembrei do meu avô. Foi um dor tão grande quando me vi ali, sem ele, que posso dizer que foi um pai para mim, do qual tomou o lugar do meu pai, cujo contato não tenho assim tão frequente. Foi muito difícil eu aprender a viver sem a sua presença, mas consegui. Sei que Deus o recebeu de braços abertos e nos deu o conforto preciso para mim e minha família. Nunca esquecemos, as vezes nossas lembranças ficam adormecidas e em determinados momentos, acabam vindo a tona.


É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

domingo, 1 de julho de 2012

Hoje!

Hoje, quero me isolar
Quero ficar longe de tudo, longe de todos
E meus pensamentos em seu lugar poder colocar
Quero decisões tomar, mas as pensadas
As impensadas não me agradam mais
As quedas e tropeços foram muitos
Tento por esse caminho não trilhar
Mas infelizmente não tenho como evitar
Meu coração insiste em mais alto falar
E deixar a razão, ali, no canto, no mais absoluto silêncio
Sem chances de se manifestar
Hoje queria poder chorar
Sem ter ninguém para me interrogar
Apenas me abraçar e minhas lágrimas poder secar
E por um tempo no silêncio poder ficar
Quero aquele olhar apaixonado
Que ilumina tudo ao seu redor
Quero mudar as cores dessa aquarela
Que anda um pouco sóbria demais
Quero mais cor colocar em minha vida 
Mais sorrisos poder pintar
Mais gargalhadas poder soltar
E assim, por muito tempo poder ficar


É isso

Bjo



Esse poema é um dos que estavam meio que perdidos em meus rascunhos. Havia escrito tempos atrás e é umados que 

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Seguir o som do vento!

Subo numa árvore
O mais alto que eu puder
Quero sentir o vento tocar meu rosto
E ficar ali parado, mesmo que seja por alguns instantes
Quero ouvir o que meu coração tem a dizer
Quero organizar meus pensamentos
E quero não mais perder tempo
E procurar não deixar que tudo escorra por entre meus dedos
Quero poder lutar mais e vencer
Vencer o medo de dar um passo novo
Medo de arriscar, medo esse de me decepcionar
Decidi colocar numa caixa minha insegurança
Trancá-la e esquecê-la ali, no canto da gaveta
Quero poder abraçar quem eu enfim quero
E beijar aquele que mais espero
Quero deixar meus pensamentos bobos de lado
E seguir o som do vento, que há tempos sussurrava para mim
Um sussurro tão baixo que eu mal podia ouvir
Mas que hoje enfim, em silêncio absoluto eu fiquei
E por fim eu o escutei
E feliz com você eu serei.


É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

sexta-feira, 22 de junho de 2012

E o São João chegou!

São João chegando, o povo já tá esquentando, querendo pular fogueira e dançar quadrilha. Esse período o foco é sempre esse, principalmente nas conversas, nas perguntas que reinam: Vai passar o São João onde? E tá animado para o São João?
Quem me conhece, sabe que eu não sou o mais fã dessa festa, eu vou meio que contra a maré, não gosto de forró, apesar de saber dançar, não gosto de axé, meio que contraverso  para um baiano, tá sei que não tem nada a ver, mas não resistir em colocar, rs. O bom dessa festa são as comidas e as bebidas, que convenhamos são uma tentação. Canjica, amendoim cozido, bolo, maçã do amor, que por sinal, eu sou apaixonado, é uma coisa tão simples, mas que me deixa tão feliz, é meio louco isso eu sei, mas me deixa com um sorriso no rosto, fico parecendo criança quando ganha brinquedo, rsrs. Biscoitos é algo que é fundamental, que não pode faltar de forma alguma, que por sinal eu já fiz alguns, sequilho e de coco, que fizeram um sucesso imenso, apesar de que eu já esperava por isso, mas tudo bem, sou uma pessoa modesta, humilde e nada convencida, então não deixo que esses elogios subam a minha cabeça, rs. Já tinha um bom tempo que eu não fazia biscoito, foi uma sensação tão gostosa que eu senti, vieram tantas lembranças boas, tanta gente especial que me lembrei, que infelizmente não estão mais aqui. E foi até engraçado, meus sobrinhos resolveram ajudar, dois de quatro,  uma de 12 anos e o outro de 5 anos. Esse foi o que mais se divertiu, saiu me sujando de farinha de trigo e dava cada risada, cada gargalhada, mais ainda quando eu fazia o mesmo com ele. Foi a risada mais gostosa do mundo, que dava uma vontade de pegar ele e apertar, abraçar, rsrs. Ah e as bebidas são importantíssimas, rsrs. Adoro quentão, sou fã de carteirinha, mas tem que se conter, quem pensa que é só chá um pouco mais forte, que não dá pra se embriagar, é um iludido, rs. Fora os licores, nossa, tanta variedade que vai surgindo que você fica sem saber qual comprar. Tem um de amora, que é uma coisa de tão bom, fora o de maracujá, chocolate, abacaxi entre tantos outros. Mas eu provei um de passas, que foge do tradicional, foi o licor mais gostoso que eu provei até hoje, que para minha alegria, ganhei uma garrafa, rsrs.E ter que passar olhando aqueles meninos lindos, anjinhos (se diz atentados) soltando bombas e tudo mais que lhes é de direito, aquela fumaça toda, sem nada com teor alcoólico é meio tenso. Isso não é papo de um alcoólatra só para constar, mas que é um porre, super irritante, isso é, principalmente quando resolve aparecer aquele povo chato, que saiu de uma festa chapadérrimo e vem te alugar, logo trato de ignorar (se diz não dá muita conversa, respondendo com palavras monossilábicas)  pra ver se cai fora, infelizmente nem sempre isso funciona, rsrs. Engraçado, que quando éramos crianças, essas coisas faziam a nossa alegria, hoje é meio tenso passarmos por isso, pois saímos apontando todos os contras, rs. Já deu né? Acho que já escrevi demais,como eu sou tagarela e sempre me empolgo quando eu escrevo e converso, é meio difícil me conter as vezes, rs.
Ótimo São João  todos, divirtam-se bastante e nada de encher a cara e sair dirigindo por aí. Vão de táxi e por favor, nada de sair lembrando da música da Angélica, por que é meio deprimente isso, rsrs. Nada contra ela, mas a música é meio tensa, rsrs.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

sábado, 16 de junho de 2012

Alguns instantes!

Eu quero deixar aqui minhas lições, minhas opiniões
Das quais algumas aprendi, outras eu senti.
Chorei, sorri, gritei
Quis por alguns instantes fugir
Não ver ninguém, não querer estar com ninguém.
Na verdade, apenas menti para mim.
Eu quero estar aqui
Compartilhando tudo o que eu vivi
Com conhecidos e desconhecidos
Com amores e desamores
Dos quais senti ou me iludi.
Cansei na verdade de tentar entender a mim
De conversas meio loucas com meu eu.
Poderia tentar ser outra pessoa até
Camuflar meus pontos fracos
Deixar minha timidez de lado
E assim poder seguir
Mas para que tudo isso?
Não sei responder
Talvez evitar sofrer menos
Mas vejo que não é fácil assim
Pois eu deixaria de ser quem sou
E não seria feliz de forma alguma
Seria apenas uma casca vazia
Com apenas um rastro de essência do que um dia eu fui
De tudo o que queria viver
Do que queria ser.



Esse poema escrevi um tempo atrás, o achei meio que perdido nos rascunhos e me deu uma vontade de postá-lo, então acabei não resistindo, rs.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Dia dos Namorados!

É engraçado que parece que foi ontem o  Dia dos Namorados e já estamos novamente nessa data, dá medo as vezes dessa rapidez toda com que o tempo está passando. Mas vamos ao que interesse, por que sobre o tempo acho que já falei demais por aqui, rsrsrs.
Para muitos, essa é uma data tão importante quanto o aniversário, o de namoro, o de casamento, é a data em que podem "declarar" como um dia especial para fazerem aquela demonstração de amor sem se sentirem meio piegas, muitos sentem isso, indo contra a maré. Para mim, não existe data, hora muito menos minuto para mostrar meus sentimentos, para dizer o quão são apaixonado pela pessoa ao meu lado. Quando amo, amo por completo, com todas as suas qualidades e com seus defeitos, pois amar é isso, é aceitar o outro como é, sem querer mudar, impor suas vontades, os seus desejos, pois isso se torna egoísta, algo que definitivamente não combina com um sentimento tão bonito quanto esse. Muitos fazem dessa data algo comercial demais, querem apenas vender, vender e vender, fazem propagandas quase que mirabolantes, outras que chegam ao extremo do excesso, mas querem apenas vender. Claro que ganhar presente é ótimo, mas acho que as vezes melhor que ganhar um presente mega maravilhoso, é receber algo mais simples, mais singelo, como flores por exemplo ou mesmo uma caixinha de bombom, mas que quando é feito realmente com amor, com aquela dedicação e um olhar apaixonado, vale mais no final do que qualquer presente caro que você desse. Claro que isso só funciona para aqueles que são românticos, pois os consumistas, materialistas de plantão, isso é uma ofensa, claro que adorariam ganhar também, obviamente acompanhadas de um presente caro.
Amem, façam loucuras, sejam pacientes, briguem um pouco, para depois fazerem as pazes, sempre é a melhor parte, rsrs. Além do mais, ficar sempre bem, sem aqueles momentos em que vocês discordam, que tem aquelas briguinhas sem motivos, que servem para dar aquela balançada entre vocês, é sempre fundamental para uma relação de equilíbrio, pois nada em excesso é bom, para nenhuma das partes. Seja prudente, seja intransigente, seja responsável, mas tenha seus lapsos de irresponsabilidade, façam algumas loucuras as vezes, façam amor várias e várias vezes, claro que sempre dando aquela variada, aquela apimentada na relação para não caírem na rotina, naquele marasmo. Montem aquele clima, com comidas e bebidas afrodisíacas, aquele jogo de luz e sombras, sempre fazem com que a pessoa se sinta especial, que ela não é apenas mais uma pessoa em sua vida. E para aqueles que estão solteiros, façam como os americanos, que esse dia é estendido aos amigos, pois eles estão sempre ali conosco e é mais do que justo não ficarem sozinhos também, saiam juntos, vão conversar, falar besteiras, amenidades, coisas bobas enfim, sempre são ótimas para nos fazerem sorrir. E saibam que mesmo não acreditando ou mesmo cansados de esperar, o amor irá chegar, não adianta correr desesperadamente atrás dele, mais ele irá correr de você. Caso queira, leia esse post aqui, falo justamente sobre isso.
Então, um Feliz Dia dos Namorados a todos, que sejam um de vários e que todos os seus dias sejam repletos de paixão, de tesão, que sempre é bom, isso nunca é demais, rsrsrs, que sejam felizes enfim.

É isso

Um bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com


quinta-feira, 7 de junho de 2012

Aquela música!

Eu fechei meus olhos
Quando aquelas primeiras notas eu escutei
Onde aquela música dizia
Exatamente o que eu sentia
O que eu vivia
Aquele sorriso bobo em meu rosto ficou
Aquele brilho no olhar se intensificou
A cada verso cantado
A cada momento imaginado
E que de certa forma ficará marcado
E esse momento para sempre será lembrado
E um beijo então será dado
E assim poderá ser selado
O começo da nossa história


Então, como o Dia dos Namorados está chegando, nada mais justo do que falar de amor. As pessoas parecem se sentirem mais a vontades de falarem sobre seus sentimentos, sobre sonhos e projetos idealizados para compartilhar com aquela pessoa especial que você conheceu, por quem você se apaixonou.
Claro que tem sempre aqueles eternos românticos, aqueles que não se importam com datas e muito menos com momentos oportunos para demonstrarem aquilo que sentem, de falarem o quanto amam sem parecerem ridículos, bregas até, pois incrível que pareça, existem pessoas que acham isso, acham que falarem sobre os seus sentimentos, irão passar uma imagem de antiquado, ultrapassado. Acham que por apenas estarem ao lado, já é mais que suficiente, que não precisam falar um gosto muito de você, um adoro você. O eu te amo, penso que não devemos falar da boca para fora, como muitos o fazem, sem realmente sentirem isso, pois amar é algo incrível, um sentimento que aos poucos vai crescendo, vai tomando conta de você e não um eu te conheço hoje e amanhã eu já amo você, pois isso não passa de uma carência extrema, um desespero até. Quem escuta um eu te amo pela primeira vez num relacionamento, é algo bem marcante, algo que ficará para sempre marcado, que te faz chorar de alegria, que te deixa com aquela cara de bobo, mesmo tendo passado anos e anos. A gente acaba nos pegando num daqueles momentos de nostalgia, relembrando fatos e nos traz uma sensação tao boa, tão gostosa da vida.

É isso

Bjo

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Num papel uma canção!

Um dia escrevi num papel uma canção
Dobrei e o guardei dentro de um livro
Ficou ali meio esquecido
Até meio empoeirado
Alguns anos se passaram
E meio que por acaso
Esse livro foi encontrado e folheado
Um pedaço de papel estava ali, marcando uma página
Foi quando eu o abri
E diante de mim, aquelas palavras
Algumas monossilábicas
Meio que voltei no tempo
E me vi ali, a cantar, de forma meio desafinada
Meio descompassada enfim
Mas que fazia surgir em mim
Uma sensação especial, que não sei explicar
Um sensação que aquecia meu coração
E me corava as maçãs do rosto
E me deixava com um sorriso bobo
E com olhos a brilharem
De tal modo, que as estrelas os invejassem
Desejando ter esse brilho
Todas as vezes em que eu te olhasse.


É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Inspiração!

"E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais."(Caio F.)

Essa frase meio que resume um pouco tantas e tantas pessoas que estão em seus momentos de cuidar de si mesmas, de querer se auto preservarem, justamente por terem se entregado demais em tantas relações, que num determinado ponto, tornaram-se desgastantes, massacrantes até. Tenho escutado tanto isso ultimamente de amigos, que quando eu encontrei essa frase, não resistir e acabei usando-a aqui. O que faz com que analizemos frases como essas, das quais parecem dizer exatamente o que se sente, o que deseja, o que espera e muitas pessoas dizem "parece que escreveu para mim", justamente por estarem vivendo momentos em que uma frase, por mais simples que seja, interfere em sua vida, seja positiva ou não. Eu me identifico em muitas coisas, nos textos, frases e poemas de Caio Fernando Abreu. Vejo nele como uma inspiração sempre que escrevo algo mais tenso, algo que fale de um lado em que as pessoas não estão tão acostumadas a exporem, não estão acostumadas a mostrarem sua fragilidade. Claro que é preciso nos contermos as vezes, pois se nos mostrarmos demais, se torna uma perigo para nós mesmos, principalmente quando alguém com intenções não tão boas assim, usam para nos fazerem mal. E na vértice contrária da de Caio, vem Vinícius de Moraes, do qual sou apaixonado e me identifico muito nos seus poemas e textos apaixonantes. Eu sempre que procuro escrever algo mais sentimental, me inspiro nele, na forma suave e ao mesmo tempo forte que ele escreve. Seus sonetos são um maravilha, verdadeiras declarações de amor. Me lembro de quando eu comecei a escrever poemas, foi justamente por ter lido um de seus, que fiquei tão maravilhado, que não consegui resistir e ali, naquele momento saiu meus primeiros versos. Claro que são ruins, não tenho a intenção de destruir, por quê seria até uma sacrilégio da minha parte fazer isso com uma parte tão importante da minha vida, um momento tão especial para mim. Estão ali, guardados, um tanto esquecidos, mas que estarão sempre ali, ao meu alcance, para caso algum dia, se bater uma saudade, uma vontade de revê-los enfim, posso-os reencontrar e lembrar de um tempo em que vivi, com toda minha timidez, inocência, ingenuidade até algumas vezes, acho que de certo modo, ainda tenho uma porcentagem disso em mim, rs.

É isso

Bjo

Contato:dilsantos@rocketmail.com

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Espartanos!

Nosso amigo blogueiro o Lenin Foxx, estará lançando hoje, nesse nosso mundo virtual, o seu livro Espartanos, um livro super interessante, principalmente por ser desenvolvida na Grécia Antiga, que por sinal sou fascinado. O enredo foi baseado em seu antigo blog, o Pseudea. O livro tem um enredo envolvente, que te prende desde o começo, vai deixando aguçando a sua curiosidade em saber o que irá acontecer na próxima página. A história se passa em torno de quatro garotos espartanos que começam seu treinamento desde pequenos, onde crescem durante a guerra do Peloponeso. Caso esteja curioso em ler um pedacinho, é só clicar aqui e é claro adquirir seu exemplar. Eu recomendo a todos.




terça-feira, 15 de maio de 2012

O tempo!

É engraçado, na verdade não tão engraçado assim, como o tempo está passando numa rapidez incrível, que chega ser assustadora, principalmente quando encontramos alguém que vimos pequeno, que para nossa surpresa está enorme, com filhos e tudo mais, aí vem aquele leve desespero de que estamos ficando velhos, melhor, experientes, rs. Claro que isso é bom, pois estamos vivos e com saúde que é o que importa, mas dá aquela leve tristeza, de que o tempo logo chegará e as marcas com toda certeza lhe acompanharão. Depois são cremes e mais cremes milagrosos, ao menos queremos acreditar que sejam e os mirabolantes tratamentos estéticos, que por sinal são uma maravilha, fazem um bem enorme ao corpo e ao ego. Aí vem aquela saudade, daqueles tempos de infância, quando se podia correr livremente, sem preocupações, apenas com obrigações de ser criança, de divertir-se e de estudar. Logo depois vem a adolescência, vamos lembramos daqueles velhos dilemas, alguns bem idiotas por sinal, mas tudo bem, ser adolescentes as vezes é ser meio assim, rs. Aí vem aquelas coisas maravilhosas, como a primeira paixão, que não importa a idade com que ocorreu, sempre será especial, terá deixado uma marca em sua vida. Infelizmente tem aquelas primeiras paixões que só deixam marcas duras em nós, mas logo vêem um especial para mudar esse histórico. Aí que começa  a fase adulta, cheia de obrigações, uma correria danada, as vezes cobranças, mas vamos dando aquele jeitinho e levando tudo de uma forma leve, meio que movido com uma ótima trilha, tá alguns não tem tão bom gosto assim, mas tudo bem e vamos indo. O bom é a independência, saber que você pode cuidar de si mesmo, sem depender de ninguém é o melhor. Mas o melhor  mesmo é quando se está com alguém especial, alguém que você definitivamente pensa " é com esse(a) que vou passar os últimos dias da minha vida". São tantos sonhos que a gente fica meio bobo até, quando a gente para pra pensar nisso tudo e vem um sentimento tão gostoso, que você quer ter esse gostinho pra sempre. E a parte chata são as perdas, sejam de parentes próximos ou não tão próximos assim, amigos, conhecidos ou não, por quê uma morte sempre nos abala, independente de quem seja. Seja aquele amigo que se mudou para longe de você ou aquele amor que terminou. Mas o que importa realmente é estar bem, feliz em todos os campos, tanto emocionais como profissionais e se não está, vamos tratar de mudar isso, vamos procurar fazer algo para que aquele brilho em seu olhar fique mais intenso.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Hoje e amanhã!

Hoje queria sair por aí gritando, mesmo que parecesse meio louco, mas gritar, deixar o vento gelado da noite soprar em meu corpo, deixar as lágrimas rolarem em meu rosto. Hoje não quero ser aquele forte, corajoso, destemido, seguro de si, quero ser aquele que precisa de cuidado, de um abraço enfim. Amanhã provavelmente já estarei de volta com aquele sorriso no rosto, aquela vontade louca de gargalhar, de conversar por horas a fio. Amanhã estarei novo em folha, cheio de sentimentos a escorrer pelos poros, a exalar ferormônios. Enfim, mais um desabafo, de alguém que está um pouco cansado de algumas coisas, de algumas pessoas, alguém querendo se isolar quem sabe e tentar reagrupar seus sentimentos, pensamentos, deixar se reencontrar, deixar que a inspiração talvez volte e dê aquele sopro que tanto preciso.

Hoje tô meio Caio Fernando Abreu, kkkkkk
Estou bem, mas as vezes temos esses momentos, temos essa necessidade de colocar pra fora esses sentimentos, esses desejos que as vezes vamos acumulando.

É isso

Bjo

domingo, 13 de maio de 2012

Para as mães!

As vezes é meio difícil a gente conseguir escrever tudo o que a gente sente por nossas mães, tentarmos expressar toda nossa gratidão por aquelas horas perdidas a noite, velando nosso sono, naquelas noites em que estávamos doentes, por todos os puxões de orelha nas horas precisas, sobre nos ensinar o que é certo e o que é errado, sobre darmos valor as pequenas coisas, a respeitarmos as pessoas e por nos amar, amar de forma incondicional. Por nos dar aquele colo gostoso de mãe, com cafuné, contando velhas histórias ou simplesmente nos ouvindo chorar e não dizer nada, apenas escutar e deixar-nos desabafarmos, lavarmos nossas almas, expulsar aquilo que nos aflinge. Por ser sincera, por mentir um pouco as vezes para amenizar nosso sofrimento, mesmo sabendo que não está certo, mas por não nos querer ver ali, sofrendo. Mãe sofre por antecedência, imaginando o dia em que seu filho irá querer alcançar seus próprios objetivos, seus próprios sonhos, por saber que um dia eles não estariam ali, embaixo de suas asas, sobre sua proteção. Elas te ensinam como enfrentar o mundo, mostram que existem pessoas ruins lá fora, mas que será preciso aprendermos a enfrentar, pois só assim estaremos de fato crescidos, preparados para sair por esse mundo. Claro que nunca deixarão de se preocupar a cada saída, a cada queda sua, aquela febre causada por uma gripe, onde provavelmente ficará em claro a noite toda. Nos resta dizer apenas o quanto a amamos, a respeitamos e a admiramos, por ser aqueça pessoa forte, guerreira, por ser sincera, por ser aquele ser iluminado, abençoado que Deus colocou no mundo para ser seu anjo da guarda aqui na Terra. Mesmo aquelas vezes em que ela exagera com seus cuidados ou quando discutem as vezes e você fica ali com uma dor na consciência depois, louco pra pedir desculpas, dar aquele abraço apertado. Infelizmente tem aquelas pessoas que são grossas, são ingratas por tudo que foi feito por ela a você e as tratam de uma forma grosseira, as vezes até um pouco cruel. De nada adiantou tantos conselhos, tantos carinhos, tanto "meu filho, só quero o seu bem" e você ali, fazendo pouco, falando palavrões. São pessoas dignas de pena e sabem ou preferem ficar na ilusão, de que tudo na vida tem um retorno, cada ato seu, mais para frente irá retornar para você, seja bom ou não.
Então, vamos amá-las mais, respeitá-las e pedir sempre a Deus para guardá-las e abençoa-las sempre. A minha mãe, que amo de forma imensa, aquela quem me tornou a pessoa que sou hoje, onde tenho apenas a agradecer por tudo o que me ensinou, por todos os sins e não ditos. A minha avó e tia, que de certa forma são como mães para mim, que tiveram sua contribuição em minha vida, em minha formação como pessoa, a sua e a de todos, um feliz dia das mães. E para aqueles, que infelizmente não as tem mais aqui conosco, saibam que elas estão num lugar melhor e que Deus está ao seu lado ajudando-a a olhar pelos seus.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

sábado, 12 de maio de 2012

Preciso do silêncio!

As vezes preciso de um minuto
Para me encontrar, colocar meus pensamentos
Onde deveriam estar
As vezes preciso do silêncio
Para ouvir minha respiração
E o bater do meu coração
As vezes preciso do barulho
Da correria do dia a dia
De toda agitação
As vezes quero um pouco de tudo
As vezes quero nada
As vezes quero estar aqui meio sozinho
Mas também quero estar aí ao seu lado
Envolvido em seus braços
Querendo um beijo lhe dar
E em meus lábios você poder se embriagar
E juntos assim, quem sabe para sempre ficar


Minha inspiração aos poucos tem voltado, não da forma como gostaria, mas está. Estive passando por uma fase de bloqueio sei lá, não estou ou estava achando que eu o que escrevo não estava bom o suficiente, acho que eu acabo cobrando demais de mim, exigindo uma perfeição que não existe, mas enfim, estou tentando lidar com isso, rsrs.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Papel em branco!

Num papel em branco
Alguns riscos comecei a traçar
Aos poucos uma fisionomia começou a formar
Quando menos esperei
Reconheci o seu olhar
Que inconscientemente me pus a desenhar
Mas será que isso é um sinal?
Não sei o que dizer, o que falar, o que pensar
Não quero me apegar a velhos desejos, a sonhos adormecidos
Tenho medo de me frustrar
Quero ficar com meus pés no chão
E deixar a correnteza me guiar
Apesar de que no fundo não deixo de imaginar e desejar
Como poderia ser, se caso o destino assim nos guiar
E em direção ao outro nos encontrar


Como o Dia dos Namorados, está chegando, ando meio que envolvido com os sentimentos que estão sempre explodindo. Eu tô preparando algo para esse dia, como um negócio e isso acho que tá me deixando mais no clima, rs.


É isso

Bjo

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Depois de um tempo!

As vezes sinto um medo descabido
Uma saudade de algo não vivido
Ou vivido em meus sonhos
Que me deixam uma sensação de dejavú ao longo do dia
As vezes me deixo guiar pelos meus sonhos
Deixo minhas emoções tomarem as rédeas
E assim, vou seguindo sem rumo, sem pressa
Quero apenas me embalar em seus braços
Rodopiar pelo espaço
Não quero ter razão numa discussão descabida
Onde não nos levará a nada
Apenas a uma noite mal dormida
Quero ter razão sobre meus sentimentos
Que trago a tempos aqui dentro
Quero dizer o que sinto, o que gosto e o que não gosto
Não quero fazer cara de quem gostou para lhe agradar
Quero fazer uma cara de quem detestou e juntos gargalhar
Para quê fingir algo em que num certo momento irá esfarelar?
Não quero construir um castelo de açúcar
E na primeira noite de chuva derreter
E aos prantos a noite a correr
Quero construir algo sólido aos poucos
De tijolo em tijolo
E depois de um tempo poder ver
Que era dessa forma como tudo deveria ser
E muito feliz poder viver
Ao lado de alguém tão especial
Como você!

Sabe quando algo lhe vêem a cabeça e você sente uma necessidade meio que descontrolada de escrever, aí aos poucos ou mesmo como numa velocidade quase que incrível, você vai complementando lacunas que estavam ali, soltas, esperando apenas que alguém as preenchessem e assim, pudessem seguir a correnteza. Ando me inspirando muito nos amores alheios ultimamente, ando pegando emprestado um pouco desses sentimentos para colocar em meus poemas.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com