segunda-feira, 25 de junho de 2012

Seguir o som do vento!

Subo numa árvore
O mais alto que eu puder
Quero sentir o vento tocar meu rosto
E ficar ali parado, mesmo que seja por alguns instantes
Quero ouvir o que meu coração tem a dizer
Quero organizar meus pensamentos
E quero não mais perder tempo
E procurar não deixar que tudo escorra por entre meus dedos
Quero poder lutar mais e vencer
Vencer o medo de dar um passo novo
Medo de arriscar, medo esse de me decepcionar
Decidi colocar numa caixa minha insegurança
Trancá-la e esquecê-la ali, no canto da gaveta
Quero poder abraçar quem eu enfim quero
E beijar aquele que mais espero
Quero deixar meus pensamentos bobos de lado
E seguir o som do vento, que há tempos sussurrava para mim
Um sussurro tão baixo que eu mal podia ouvir
Mas que hoje enfim, em silêncio absoluto eu fiquei
E por fim eu o escutei
E feliz com você eu serei.


É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

13 comentários:

Serginho Tavares disse...

olha o moço apaixonado
adoro

beijos

Margot disse...

Ohhh Dil, que lindo... escutar o sussurro do vento.. isso é muito delicado, suave.
Se joga, meu lindo, se o vento chamar...vá com ele.
Beijos

Alan disse...

"Quero deixar meus pensamentos bobos de lado
E seguir o som do vento, que há tempos sussurrava para mim
Um sussurro tão baixo que eu mal podia ouvir
Mas que hoje enfim, em silêncio absoluto eu fiquei
E por fim eu o escutei
E feliz com você eu serei."

Simplesmente LINDO! Um brinde àqueles que aparecem para 'colorir nosso vento'. ;)

Fred disse...

Loveisintheair... hahahaha! Lindo, Dil! Lindão! Bjs!

Carlos Roberto disse...

Quando li o primeiro verso do seu poema, imediatamente me veio a memória uma estória (sim, escrevo assim, pois é a maneira como o autor as denomina) de Guimarães Rosa. Não me recordo o título, e isso está me deixando muito revoltado, pois odeio procurar e não encontrar. Afirmo que essa estória encontra-se num desses livros: “Primeiras Estórias” ou “Tutaméia”. Tenho também “Sagarana”, mas acho que não esteja nesse, mas vou procurar com calma.
Mas por que me lembrei dessa estória? Vou contar-te: nela há um personagem que sobe em uma árvore (no caso acho que é um coqueiro ou palmeira) e é visto como um louco. Pois bem, seu texto me permite uma leitura que acredito ser bem diferente da que você pudesse imaginar. Parto do princípio que você, por mais que fale de razão quer é enlouquecer, afinal de contas, num mundo “normal” ninguém ouve o coração, ouve o silêncio dos ventos. Afinal, quem ama é louco. E o mais engraçado, quase sempre que encontramos um personagem louco na literatura, é através da fala dele que vemos a verdade por detrás das cenas, pois ele subverte o plano.
Enfim, não há como deixar de elogiar seu poema, afinal, é belíssimo. Assim como você (vide a foto, neam?!) Ainda não acredito bem naquilo que conversamos, acho que o povo daí tem problemas de visão, contudo, voltando ao texto. Deixe a loucura te dominar menino, as vezes, mais vale ser louco do que sério num mundo as avessas :D

Cesinha disse...

Esse ficou mais que excelente! Suas palavras sempre flutuam... agora, com a ajuda do vento... elas voam! E dá até pra sentir o cheiro do vento nas manhãs perfumadas por flores.

Beijos, meu lindo.

railer disse...

isso aí, deixa a insegurança de lado e se joga!

Smareis disse...

Olá Dil,

Menino que lindo seus versos. Gostei imenso!
Adorei isso de deixar pensamentos bobos de lado.

Beijos e ótima semana!

FOXX disse...

o muso dessa poesia com certeza deve ser alguém mto especial.

Fred disse...

Valeu, Dil! Bjs, querido!

Alexandre Felipe disse...

Gostei... Tu escreve muito bem...

Abraos

Alexandre
http://lua2gatos.blogspot.com.br/2012/06/voce-esta-disponivel.html?showComment=1340844686433#c3315534118846160915

Fred disse...

Dilzinho... não posso matar o marido, querido. Quem vai pagar minhas contas depois?!?? Hahahahahahahahaha! Bjs!

João do Amor disse...

É, sempre acho legal uma história de amor. Fico me imaginando no meio da cena sendo o personagem principal. Mas tudo nunca passa da fantasia. É uma loucura. Mas, tudo bem.
Simplesmente achei incrível o seu texto. São palavras vindas direto do coração. O amor é isso. Amar é bonito. Ser feliz é tudo. Curta su vida. Não deixe outra pessoa ser feliz em seu lugar. Se jogue com a alma. Deixe Deus agir e faça a sua parte amigo. Estou aqui torcendo muito por você.