domingo, 1 de julho de 2012

Hoje!

Hoje, quero me isolar
Quero ficar longe de tudo, longe de todos
E meus pensamentos em seu lugar poder colocar
Quero decisões tomar, mas as pensadas
As impensadas não me agradam mais
As quedas e tropeços foram muitos
Tento por esse caminho não trilhar
Mas infelizmente não tenho como evitar
Meu coração insiste em mais alto falar
E deixar a razão, ali, no canto, no mais absoluto silêncio
Sem chances de se manifestar
Hoje queria poder chorar
Sem ter ninguém para me interrogar
Apenas me abraçar e minhas lágrimas poder secar
E por um tempo no silêncio poder ficar
Quero aquele olhar apaixonado
Que ilumina tudo ao seu redor
Quero mudar as cores dessa aquarela
Que anda um pouco sóbria demais
Quero mais cor colocar em minha vida 
Mais sorrisos poder pintar
Mais gargalhadas poder soltar
E assim, por muito tempo poder ficar


É isso

Bjo



Esse poema é um dos que estavam meio que perdidos em meus rascunhos. Havia escrito tempos atrás e é umados que 

10 comentários:

Serginho Tavares disse...

também queria poder me isolar um tempo
um dia já estava de bom tamanho
rs

Frederico disse...

muito bonito :)

Lu disse...

Uix...que inspiração!
Isso é a vida, com altos e baixos, risos e lágrimas...Afinal, estas vivo.
Beijo guri querido!

Carlos Roberto disse...

Menino, e o texto que o senhor disse ter se inspirado durante nossas prosas pelo face?! Cadê? Estou louco para lê-lo!

Ontem eu estive assim, embora não quisesse um tempo para mim, o tive. Devo confessar que hoje também. Fiquei aqui sozinho, mas tratei logo de sair dessa "solidão não desejada". Olha, respirei, ri, me sinto bem, um pouco mais leve - o quanto ainda não sei, pesou-me uma frase que li agora a pouco... Doeu-me tanto... Mas acho que já passou...

Adorei a imagem que você criou da aquarela, linda, linda, acho que vou me apropriar dela, posso né?! Bom, se não puder, digo que já penso em fazer :P

Como está? Melhorou?
Espero que sim!!!

Cesinha disse...

Bom dia, meu lindo. Espero que esse poema, que é muito bonito, já tenha sido superado, em matéria de sentimentos, por você. Essa coisa de querer se isolar é uma "furada".

Beijos.

Fred disse...

Dil e seus fabulosos rascunhos perdidos! Adoro muito tudo isso... hehehe! Bjsssss, querido!

FOXX disse...

ah tá
q bom q é um texto antigo
me preocupei por um instante...

Fred disse...

"Estilo pagodeiro de ser" ninguém merece mesmo... hehehehe! Bjs, amigo!

Smareis disse...

Olá Dil,
Menino que lindo esse poema.
Parece uma letra de uma canção. Adorei!
Beijos poeta!

Menina Fênix disse...

Que belo
saudade daqui e de ti
beijo