sexta-feira, 22 de junho de 2012

E o São João chegou!

São João chegando, o povo já tá esquentando, querendo pular fogueira e dançar quadrilha. Esse período o foco é sempre esse, principalmente nas conversas, nas perguntas que reinam: Vai passar o São João onde? E tá animado para o São João?
Quem me conhece, sabe que eu não sou o mais fã dessa festa, eu vou meio que contra a maré, não gosto de forró, apesar de saber dançar, não gosto de axé, meio que contraverso  para um baiano, tá sei que não tem nada a ver, mas não resistir em colocar, rs. O bom dessa festa são as comidas e as bebidas, que convenhamos são uma tentação. Canjica, amendoim cozido, bolo, maçã do amor, que por sinal, eu sou apaixonado, é uma coisa tão simples, mas que me deixa tão feliz, é meio louco isso eu sei, mas me deixa com um sorriso no rosto, fico parecendo criança quando ganha brinquedo, rsrs. Biscoitos é algo que é fundamental, que não pode faltar de forma alguma, que por sinal eu já fiz alguns, sequilho e de coco, que fizeram um sucesso imenso, apesar de que eu já esperava por isso, mas tudo bem, sou uma pessoa modesta, humilde e nada convencida, então não deixo que esses elogios subam a minha cabeça, rs. Já tinha um bom tempo que eu não fazia biscoito, foi uma sensação tão gostosa que eu senti, vieram tantas lembranças boas, tanta gente especial que me lembrei, que infelizmente não estão mais aqui. E foi até engraçado, meus sobrinhos resolveram ajudar, dois de quatro,  uma de 12 anos e o outro de 5 anos. Esse foi o que mais se divertiu, saiu me sujando de farinha de trigo e dava cada risada, cada gargalhada, mais ainda quando eu fazia o mesmo com ele. Foi a risada mais gostosa do mundo, que dava uma vontade de pegar ele e apertar, abraçar, rsrs. Ah e as bebidas são importantíssimas, rsrs. Adoro quentão, sou fã de carteirinha, mas tem que se conter, quem pensa que é só chá um pouco mais forte, que não dá pra se embriagar, é um iludido, rs. Fora os licores, nossa, tanta variedade que vai surgindo que você fica sem saber qual comprar. Tem um de amora, que é uma coisa de tão bom, fora o de maracujá, chocolate, abacaxi entre tantos outros. Mas eu provei um de passas, que foge do tradicional, foi o licor mais gostoso que eu provei até hoje, que para minha alegria, ganhei uma garrafa, rsrs.E ter que passar olhando aqueles meninos lindos, anjinhos (se diz atentados) soltando bombas e tudo mais que lhes é de direito, aquela fumaça toda, sem nada com teor alcoólico é meio tenso. Isso não é papo de um alcoólatra só para constar, mas que é um porre, super irritante, isso é, principalmente quando resolve aparecer aquele povo chato, que saiu de uma festa chapadérrimo e vem te alugar, logo trato de ignorar (se diz não dá muita conversa, respondendo com palavras monossilábicas)  pra ver se cai fora, infelizmente nem sempre isso funciona, rsrs. Engraçado, que quando éramos crianças, essas coisas faziam a nossa alegria, hoje é meio tenso passarmos por isso, pois saímos apontando todos os contras, rs. Já deu né? Acho que já escrevi demais,como eu sou tagarela e sempre me empolgo quando eu escrevo e converso, é meio difícil me conter as vezes, rs.
Ótimo São João  todos, divirtam-se bastante e nada de encher a cara e sair dirigindo por aí. Vão de táxi e por favor, nada de sair lembrando da música da Angélica, por que é meio deprimente isso, rsrs. Nada contra ela, mas a música é meio tensa, rsrs.

É isso

Bjo

Contato: dilsantos@rocketmail.com

8 comentários:

FOXX disse...

esse país é muito grande e diverso mesmo... se dança axé no são joão? aqui no RN é forró, em BH é sertanejo. hauahuahaua

Rute disse...

Oi querido imagino seu sobrinho de 5 anos na cozinha, todo sujo de farinha, que graça.
Olha, também não sou muito fã das festas de São João não!
Mas amo as comilanças hum.......
Nada como bolo de milho e canjica e outros doces tradicionais né?kkkk...

Como sempre arrasa nos textos, meu querido. Ah, será um prazer de te-lo nas minhas contações.
Já disse a mainha, para estar arrumando o quarto de hóspede
que quando vc pude vir estará aqui.
Beijos, meu lindo ótimo final de semana

Alexandre Felipe disse...

Fala serio, adoro festa junina... todo o clima, a quadrilha, a animacao, a comida...

Vamos trocar de lugarrrr... quero morar na Bahia... fui passar uma semana o mes passado ai e nao queria mais voltar... acho que nasci no lugar errado... sou baianoooo... rs

Abracos

Alexandre
http://soupretomassoulimpinho.blogspot.com.br/

Cesinha disse...

Menino... esses dias tem sido bem confusos. Duas semanas viajando direto, haja horas em avião! Semana que vem acho que sossegam as coisas, que agora estão engrenando.

O que eu mais queria era uma festa dessas por aqui. Tem nada parecido! Saudade desses cheiros e gostos todos: quentão, pamonha, curau... dá água na boca.

Beijos

Fred disse...

Não é bemmmmmmmmm o meu estilo... mas acho divertido. Se tem festa, tô dentro. Soudesses. Hehehehe! E viva São João. E o Dil tb, claro. Hahaha! Bjs!

Júlia disse...

Diiil! Caraca, você também curte canjica, amendoim cozido, bolo, maçã do amor?! Aai, é uma deliciiia!
E claro, quando estava lendo, ja estava imaginando o que falar caso você não colocasse nada do quentão alii ahahaha! Fã de carteirinha 2! LoL

Seguinte, quero provar esse sequilho aiii! :)

Beijoo :*

Vanderson disse...

Sequilho??
Aii eu amooo!!
Só tenho preguiça de fazer!!
uahuahuahuaha
Eiitaaa São Joãoo!! \o/
Abraçooo!!

Carlos Roberto disse...

Não sou fã da festa, acho que se eu fui a duas foram muitas, digo duas pensando aí de 10 a 12 anos. Depois disso nunca fui, antes eu era arrastado pela minha mãe, para variar. De todas as comidas que você falou, as únicas que eu sou apaixonado (sendo que só uma foi citada) são amendoim, paçoca e pé-de-moleque (leva ou não hífen? Quem deveria saber sou eu né? Ah, quer saber, que não curto esse novo acordo ortográfico e não quero saber por enquanto – REVOLTA ), mas voltando, sei dançar forró, axé acompanhou minha formação (oi?) de dança até uns 13 anos, embora eu hoje não curta, só Ivete mesmo (risos), mas ela conta? – Não sei... Enfim...
Você sabe que isso que acabou de ser escrito é uma crônica né? E foi tão delicada, sensorial, tão sincera que parece que quem a lê já passou por tudo o que você falou.
Cada vez me surpreendo com seus textos, não importando o gênero. É sempre uma delícia lê-los.

Ps: essa é a primeira foto sua que eu não gostei, acho que pelo fato de você aparentar estar triste nela, não sei. Se for isso, não combina com o texto, ah, quer saber. Não gostei não, prefiro uma que você esteja sorrindo, ou que seu olhar traga um brilho de menino. :P