sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Forma livre!

Não quero apenas escrever por escrever.
Quero deixar cada palavra  sair de forma natural,
Quero que seja expulsa por cada poro do meu corpo,
Como suor a escorrer em dias ensolarados numa praia qualquer.
Quero deixar sair de forma livre,
Como uma brisa que leva uma folha seca pelo ar,
Sem destinos, sem caminhos a trilhar.
Cansei de tentar sair desesperadamente atrás de inspiração,
Ou quem sabe de uma canção que possa me impulsionar
E algo de concreto possa enfim se formar.
Não quero buscar um alguém a me inspirar
Quero coisas e várias pessoas a fazerem isso
Quero gritos, gemidos, gargalhadas poder dar
Sem medo do que as pessoas possam pensar
Não vou me deixar cair por mentiras sujas
Ou mesmo histórias vagabundas
Posso até chorar, mas não desesperar
Apesar de que isso possa ser de certa forma uma fonte a me inspirar
Para que algo mais forte possa se formar
Um novo rumo da história poder escrever
E assim de fato poder viver

É isso

Bjo

Mais um dos poemas perdidos que encontrei esses dias, rs.

Gente, a campanha continua, votem em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus, parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com


7 comentários:

FOXX disse...

então solta todas essas palavras, menino, solta mesmo...

Peter disse...

Perfeito! Você "some" por uns dias, mas quando volta, vem com força total! Parabéns mais uma vez!

Abraços, e bom final de semana!
PS: votado!

Cesinha disse...

Tá lindo o poema... e isso não é novidade. Deixar que as palavras, o tempo, flua pela gente é a melhor maneira de buscar a felicidade.

Beijos.

Lucas disse...

Senti como se você estivesse libertando alguns pássaros presos em gaiolas... muito lindo isso!

Beijos.

Fred disse...

Homem que solta as palavras é um must. Adoro gente verborrágica... hahahahaha! Lindão, Dil! Beijos cafuçus (hahahaha) pra ti!

railer disse...

deixe fluir.
isso vale pra tudo na vida.

Fred disse...

Lindo teu comment, querido! Me emocionou! Beijão, Dilzão!