domingo, 30 de setembro de 2012

Fora dos padrões!

Não adianta eu querer mostrar que sou forte
Que possuo um escudo a me defender
Se vira e mexe meu verdadeiro ser
Se mostra, se expõe nitidamente a todos
Mostro-me como realmente sou
Com minha fragilidade, ingenuidade 
Apenas em querer ajudar, agradar
Acabo me desarmando 
Me deixando vulnerável demais
As vezes queria não ser assim
Queria ser um pouco mais frio
Ao menos em pouquíssimas vezes, em situações extremas
Mas na maioria das vezes não
Gosto de ser como sou, me torna especial
Ao menos quero acreditar nisso
Eu preciso acreditar nisso
Quero acreditar que todos ao meu redor
São pessoas boas, são pessoas que se preocupam com o outro
Mesmo não mostrando isso, no fundo quero acreditar
Sei que muitos me taxam, me rotulam
Falam de mim pelas costas
Me chamam de idiota, bobo, iludido
Mas não dispensam minha ajuda
Estão ali sempre me pedindo e eu sempre lhes ajudando
Mudar? Até já tentei, mas logo parei, pensei e voltei atrás
Não queria me perder, para me encaixar numa sociedade fria, padronizada
Escolhi me manter como alguém fora dos padrões
Alguém que escolheu manter suas características 
Se manter fiel a sua essência
Sem deixar que sentimentos negativos possam lhe influenciar
Sem deixar que a maldade alheia lhe contamine
Um dia quem sabe posso mudar, tentar não ser tão transparente assim
Poder controlar um pouco mais minhas emoções, meus impulsos
Assim talvez eu possa ter mais controle sobre mim
De quem sou hoje e de quem eu possa ser amanhã



É isso

Bjo


Gente, a campanha continua, as votações da 1º etapa vão até o dia 30/09/12, então continuem votando em mim para o Prêmio TopBlog 2012, peçam a seus parentes, conhecidos, desconhecidos, amigos, amigos dos seus amigos e assim por diante. Sejam tão caras de pau como eu estou sendo, esse ano quero ganhar e preciso da ajuda de vocês para isso. Podem clicar aqui  ou no selo do lado direito. Ambas as formas lhes levarão para a página de votação.
Obrigado a todos.

Contato: dilsantos@rocketmail.com

11 comentários:

Margot disse...

Se mudanças devem ser feitas, faça-as para seu deleite e proveito. Nunca para agradar a outrem. Nossa essência deve em primeiro lugar se sentir confortável em nós. Assim, poderemos agradar aos outros sem correr o risco de desagradar a nós mesmos.

Beijos

Margot disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Frederico disse...

Muito bonito e inspirador!!!!
Bom agora não posso mais votar, mas torço por vc :)

Lucas disse...

Muito lindo, como tudo o que você escreve! E aí, quando sairá o resultado da votação?

Beijos.

FOXX disse...

cá entre nós, a verdadeira força não está em mostrar-se vulnerável?

Peter disse...

Pois é, também estou fora do padrão! Mas tá bom assim, rsrsrs!

Abraços!

Fred disse...

Deixar transparecer nossa eventual fragilidade não deixa de ser uma demonstração de força... hehehe! E padrões só servem pra gente desafiá-los, nzé? Lindo feriado, lindo amigo! Bjs!

railer disse...

às vezes é bom deixar transparecer nossas fraquezas também. tentar ser forte o tempo todo pode não ser bom.

Fred disse...

Dilzão... valeu pela participação... foi bem divertido, né? Hehehe! Bjz, bebezão!! Boa semana!

Serginho Tavares disse...

você tá sumido ou é impressão minha?

Fred disse...

Tá querendo arrancar a plaquinha do menino, Dil?!? Seu safadjêêênhooo... heheheheh! Bjos, dear!