sexta-feira, 28 de maio de 2010

Filhos!


Nos últimos dias eu fiquei com uma vontade imensa de ter um filho. Na verdade quero ter 3, mas deixa pra depois, vamos começar com 1 primeiro, rsrs.
Eu pretendo adotar, eu adoro criança, fico bobo com elas, não que eu não queira ter um filho biológico, mas a vontade de adotar uma criança é grande. Infelizmente o processo é longo, as vezes complicado.
O sistema de adoção é muitas vezes de certa forma injusta. Muitas crianças estão esperando alguém que lhe dê uma família, que lhe propicie um pouco de amor, carinho, atenção, mas que são impedidas de ter. Muitas vezes são fatores econômicos, psicológicos, sociais, ainda mais quando as pessoas interessadas nesse papel, forem homossexuais, mesmo tendo condições financeiras e psicológicas para tal. Outros fatores que impedem eles de adotarem é o preconceito proveniente deles mesmos, o medo de que as crianças por ventura possam vir a sofrer no momento ou futuramente. Essa é a preocupação de um amigo meu que tem vontade, mas tem receio, justamente sobre isso. Ele está pensando apenas no bem estar da criança, entendo de certa forma. Só acho que ao ficar com esse tipo de pensamento aumenta mais o preconceito. Se a criança tiver uma base sólida, mostrando desde cedo e ela, que o amor é para todos, independente da classe social, etnia, orientação sexual, religião, elas estarão crescendo com uma mentalidade mais aberta, saberão que devem respeitar a todos, para que possam ser respeitados, que verão o quão humanas são. Isso é importante para que essa criança se torne um adulto conscinte, sem preconceitos absurdos dos quais pode levar a um caminho triste.

É isso

Bjo

30 comentários:

garoto cientista disse...

Parabéns pela reflexão feita no texto, adorei, eu particularmente não que filho tão cedo, biológico muito menos, gosto de crianças, tenho 2 sobrinhos, brinco bastante com eles quando estou com eles, mas... quando começam a chorar, digo logo pra mão, "-toma que o filho é teu", rsrsrs. Mas concordo completamente com você, antes de pensarmos no que poderá ocorrer com a criança, estaremos proporcionando um formação mais livre de preconceitos, formando uma mente mais aberta as diferenças, mais sensível ao ser HUMANO. Parabéns.

cantinho she disse...

Queridooooooo AMEI a nossa sintonia sem querer! (hehe) E achei o máximo a sua colocação, parabéns! Te dou a maior força para adotar, se quer mesmo e tiver condições financeiras para isso vá em busca do seu sonho sim!
Qto a essa palhaçada de preconceitos idiotas, como por exemplo a dificuldade da adoção para homossexuais, eu só lamento, e lamento muito, mas ainda tenho esperanças que a hipocresia no país um dia se acabe.
Homossexual pena para realizar o seu desejo de ser pai ou mãe, mas uma Procuradora louca pode, mesmo já tendo um histórico de perturbação com outra criança... aff!
Eu não aguento isso!
Beijoooooooooooooooooooooo e sucesso para todos os seus sonhos, viu?! :))
She.

romantic disse...

oi querido!!!bom dia !olha a scoisas melhoraram muito nesta area pode acreditar faça uma pesquia e vc se suprenderá!!!binjinhos meus e bom fim de semana!!!

EFS*** disse...

Infelizmente Dil, todo processo de adoção no país é demorado, burocrático, quase impossível pra qualquer pessoa... ele preferem deixar as pobres crianças socadas num orfanato ou na rua, a facilitar que cheguem a um lar onde terão proteção e carinho...

Enfim... é um longo caminho a se percorrer!

Beta disse...

Bela colocação!
Se este for msm o seu desejo vá atrás msmo....TRES FILHOS? Carambaaaaaaaa!
Boa sorte !!
Beijo

anita sereno disse...

oi Di espero que estejas bem
di.., sabes eu trabalho numa escola sou auxiliar de crianças e amo tudo que seja nenés grandes tudo neles me fascina ate seus choros seus sorrisos suas inocências amo demais
as vezes escuto muito as pessoas falarem de homossexual que é uma vergonha que isto ou aquilo aquilo mas se esquecem que também são mães e que tem filhos e que não sabem o dia de amanha!!!
a criança ou já adulto não escolheu ser homossexual ele aos poucos foi descobrindo seus gostos seus prazeres
eu sou mãe e digo muitas vezes ao meu filho se ele gostasse de homens eu ate poderia ficar um pouco triste talvez mas tenho amigos homossexual e são pessoas maravilhosa pensamentos lindos amor sem preconceitos só que o dilema é ser aceitar por muitos mas te digo Di se meu filho tivesse que inverter eu daria carta branca para ele que adiantaria dizer não? faria as escondidas e estaria a sofrer assim se der a liberdade de aceitado como ele é de sertã forma sra mais feliz e não sofrera tanto penso eu como mãe beijos rapaz bom poste e que consigas os teus objectivos na vida xauu beijo

Fernanda. disse...

As vezes paro e penso também. Gosto tanto de criança, e tenho tanta certeza que serei uma ótima mãe que as vezes me pego pensando, imaginando, futuramente...

É louvável sua mentalidade. Parabéns!

Beijos, de luz

Edilson disse...

Acho q as autoridades judiciais deveriam levar em conta as condições financeiras e psicológicas das pessoas que pretendem adotar crianças e nunca basearem-se na orientação sexual das mesmas. O amor é o principal objetivo q alguém pode manifestar qdo se propõe à adoção. Preconceito apenas dificulta a transmissão do amor. Lindo fds e apareça no "lua". Abraços

Nanda disse...

Eu tbém acho que crianças precisam de amor, atenção, cuidados e educação... Independente de terem dois pais ou duas mães.
Tanta criança jogada nas ruas ai, precisando de um lar!
Lindo teu pensamento sobre adoção.

Beijos

Ivan disse...

Olha o menino Dil inventando história!!! haha

Filho é coisa boa demais, se eu pudesse teria mais uns 10... encher a casa de bacuri.. hahaha

Na hora certa, você terá o seu meu amigo.

Um abração.

Ivan.

Caroline. disse...

Ai eu tbm quero adotar um, só um mais isso vai demorar alguns anos ainda SAUASHASUASHAS.
Beijão.
Vc tá bem? =D

Sentimental ♥ disse...

eu quero um monte de filhos...

Três Egos disse...

Oi Dil! Td bem? Ain, nem tive tempo de entrar de novo no MSN este dias, mas hoje eu prometo q tento entrar para conversarmos mais.

Adoção é um assunto polêmico. Um dia, quando arranjar minha lama gêmea, se arranjar (rs), eu tb pretendo adotar, não três. Dois está ótimo, de preferência um casal, porque um só ficaria muito mimado. De qualquer forma, acho que irei ter bastante sobrinhos. Até de amigos meus, minha amiga disse que serei o tio camarada, aquele que só vai empanturrá-los de doces, chocalate, pizza e, ainda por cima, vai ensiná-los a gostar de Divas...r srsrs...

Beijo grande!

Arthur Dantas disse...

Se tem uma certeza que tenho na minha vida (talvez a unica) é que vou ser pai. Quero adotar uma menina, se for bêbe vou dar-lhe o nome de Ana Luiza, se for maiorzinha a acolherei com carinho e amor da mesma forma. Depois quero um menino, não pensei bem ainda nisso. Mas eu tenho medo sim. Não medo do que ela vai sentir por ter um pai homossexual, mas medo de como os outros vão tratá-la por ter um pai homossexual. Terei meu amor e meu respeito por ela, espero que os outros tenham tbm.

railer disse...

adoção é uma coisa que deveria ser mais facilitada e, também, mais acompanhada para evitar abusos como vimos recentemente nos jornais.

Vanderson disse...

Oi Dil e aí como é q tá?!
Cara o bem estar da criança está acima de tudo, bases sólidas finaceiras e psicológicas com certeza ajudarão no desenvolvimento digno de uma criança, seja adotada ou não, mas o q realmente vai contar é o amor!
Abraçosss e eu tb sou doido pra adotar uma criançaa!
aia iii!

sonho disse...

Ola menino lindo!
As instituiçoes deveriam sim preocupar se se a familia em questão tem amor...principios...educação... para dar a essas crianças, tantas vezes mal tratadas nas instituições...Se for esse o teu desejo vai em frente...bos sorte;)
Beijo d'anjo

Luna Sanchez disse...

Oi, Dil!

Concordo que para formar uma família e criar filhos (adotivos ou biológicos) sem preconceitos, é preciso que deixemos os nossos de lado.

Tá aí uma coisa que a gente carrega e que não serve pra nada, mesmo...

Dois beijos, meu querido, e uma ótima semana pra ti!

ℓυηα

Dani Brito disse...

Dil!!! Vc estava sumido!! Eu sei, a correria deve estar brava né? Tadinho!!!
Ó, esse tema é bem polêmico hein. Eu quero mtooo ter filhos (2), e bem mais pra frente, porque também amo crianças. Mas é uma responsabilidade muito grande, você terá que abrir mão de muita coisa e querendo ou não, terá que se sentir preparado. Vai ter que disponibilizar tempo porque criança exige mta atenção. Eu não me sinto preparada agora, mas quero muito ter filho. E quanto a adotar também é complicado. Se vc pega a criança de pequenininha é mais facil, mas quando ela já é grandinha, é meio complicado as vezes até acontecer uma adaptação. Ainda vivemos numa sociedade meio preconceituosa, infelizmente. As crianças zombam uma da outra e isso pode gerar certa revolta, sabe? Eu concordo com a adoção, todo mundo precisa de um lar e de uma família, mas é uma coisa que vc tem que estar muito disposto a fazer e preparado para enfrentar dificuldades, porque essa é a realidade.
Se vc tem um objetivo, lute por ele!
Beijos, beijosss, meu querido!
=)

Detalhes de mim... disse...

Concordo contigo!

Tenho muita vontade de adotar tbm.

Beijoo

Dois Rios disse...

Louvável iniciativa, querido amigo! Como bem dizem por aí, filho é de quem cria e não importa que seja ou não biológico.
Quanto ao receio dos homossexuais com relação ao medo de um suposto sofrimento por parte da criança adotada, concordo plenamente com você quando diz que o preconceito parte deles. Quando há amor, todo o resto fica pequeno.

E o nosso amigo, como está? Me dê notícias.

Beijo grande,
Inês

anita sereno disse...

beijos boa semana

Rute disse...

Olá Dil, parabéns pelo texto!Trás , ótimas reflexões!
Se você quiser adotar um filho, faça isso!!Aprendi que como ser humanos jamais devemos deixar passar em branco o que almejamos.Sou suspeita em falar, AMO criança, mas te-los só daqui a 2, 3 anos...
Agora Ter pai gay ou mãe lésbica pode ser motivo de discriminação, velada ou não.
Isso irá depender do casal.Quando há amor o preconceito jamais irá atrapalhar o convivio dessa criança na sociedade.
Beijinhos Dil!!

Inside Me disse...

dil, meu queridooo, essa é uma situação meo delicada, mas é louvável o fato de alguém kerer adotar, isso sem dúvida, mas independente da opção sexual, a pessoa q vai adotar enfrenta uma burocracia desgraçada, q s[o Deus, mas a vontade tem q persistir e fz valer a pena... boa sorte... ah, tem um meme bem diferente lá, se vc kiser responder, seria legal te conhecer um pouco mais em imagens ;D bjão

Serginho Tavares disse...

lindo isto de você querer ter um filho
parabéns
é muito difícil ver alguém hoje em dia querendo adotar uma criança
eu nunca quis porque sei que um filho não basta querer e dar amor sim educar e hoje eu olho em volta e não quero mais uma criança alienada

adorei seu blog
voltarei mais vezes

Inside Me disse...

bom fds, baby

Caroline. disse...

vamos atualizar? ashasuashasu beijos

Robson Schneider disse...

Bem sou totalmente pró-filhos biológicos, adotados, encontrados enfim... amo ser pai e assumo a responsabilidade total disso.Concordo com vc quando vejo a dificuldade e bu-rro-cracia que existe envolvendo a adoção no Brasil. E na questão com homossexuais, entra ai presente aquela onda absurda de que os filhos serão abusados a ponto de se tornarem futuros gays...ou seja gays são por natureza abusadores que viram gays no futuro (?)
Lastimavel, especialmente quando se vê uma procuradora de justiça cometer as atrocidades com uma criança...adotada(?)
Abraço Dil

Endim Mawess disse...

Aos poucos o preconceito está se tornando ultrapassado, as pessoas temem o que elas não conhecem, tomara que vc alcance seu objetivo, meu boyfriend vive falando nesse assunto mas não me sinto preparado

Menina Misteriosa disse...

Sou apaixonada por crianças... por enquanto, curto meus afilhados.. tudo tem sua hora!

beijo!