domingo, 29 de janeiro de 2012

3 tempos!



Olhando para o passado
Vejo o que fiz e o que deixei de fazer
Penso no que poderia ter dito
E deixei de dizer
Olhando o presente
Vivo como realmente quero viver
Choro como deveria chorar
Sorrio como deveria sorrir
Amo como deveria amar
Digo o que quero dizer
Tentando não me arrepender
Olhando para o futuro
Imagino como ele deverá ser
Como eu estarei
E como viverei
Mas tendo a certeza
De que com você ao meu lado estarei
E feliz quem sabe para sempre viverei


É isso

Bjo


Ando meio numa fase de poemas nos últimos dias, rsrs
Só para constar, não estou apaixonado, me inspirei em amores alheios para escrever, rsrs
Pintei esse quadro semana retrasada, após muito, muito tempo sem pintar. Até que não ficou feio não é? rs

Contato: dilsantos@rocketmail.com

29/01/2012

16 comentários:

Alê disse...

essas reticências, ain! eu penso tanto quando penso no passado,

que chega doer!


Bjkas Dil!

Serginho Tavares disse...

que amigo lindo e poeta eu tenho!
adorei
aliás, adoro
e adoro te

beijos

Cesinha disse...

Peraí... cuma? Entendi direito? É lindo, sensivel, escreve como um passarinho, respira emoção... e pinta?

My God... não podia ser diferente, cores lindas, pastel, suaves como você! Amei, amo tudo por aqui... encantador.

Beijão.

Frederico disse...

Vivendo cada dia como se fosse o último eehehehehe
e o quadro ficou bem bonitinho :)
bjoo querido

Fred disse...

O poema tá lindo!
O quadro tá lindo!
A carinha sécsy tá linda!
Mas... cá pra nós... "tá namorando, tá namorando, tá namorando!!!!" Hahahahahahaha!
Bjz!

Peter disse...

Wow, um artista nato! Lindo poema, e quadro maravilhoso! Confesso que não sabia que tinha esse dom, parabéns mesmo!

Espero poder ver uma exposição completa no final do ano, nas minhas férias na Bahia, rsrs!

Abraços!

Cesinha disse...

Bem que eu desconfiava... meu "faro angelical" nunca se engana! Bingo! Fotinhos, poemas lindos, pintura... hoje descubro que compõe e... cozinha! Sem dúvida, estou diante de um anjo!

Ai, ai... my God, e nem preciso ir até Tel Aviv... tá bem mais perto do que eu imaginava!

Beijão (anjo gosta de beijo, viu!)

Carlos Roberto disse...

Deu vontade de continuar o que você escreveu. É bom um poema quando não termina, mas continua em cada leitor de forma diferente, esse é o verdadeiro sentido da poesia.

Fred disse...

Já que tá solteiro vou te mandar um Capitão Caverna pra te distrair por aí... hahahah! Bjzzzz!

Dois Rios disse...

Gostei, querido! A vida é uma grande corrente ligada pelos elos do tempo.

Saudades de tu.

Beijo,
I.

Dois Rios disse...

Gostei, querido! A vida é uma grande corrente ligada pelos elos do tempo.

Saudades de tu.

Beijo,
I.

Estéphanie Mognatto disse...

Olhe para o futuro , mas mantenha os pés no presente .



bjoka lindinho ^^

Fred disse...

Isso, Dilzito... se puder participa... sempre um prazer contar contigo nas aventuras TPMísticas!!!! Bjz, querido!

Mikaele Tavares disse...

Oi Dil, essas reflexões nos fazem pensar tantoo na vida,né?! kkkk
Bela poesia, e que a inspiração nunca te abondane.

Prisioneiro 0001 disse...

Foto linda msmo.

Um bjo e relendo posts aqui. Rs.

railer disse...

o passado é base pra gente melhorar o futuro. temos que olhar pra ele.