segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Imposição!



Vivemos procurando nas pessoas, tudo que gostaríamos para nós, tentando impor-lhes as coisas, tentando controlar, mesmo que seja inconscientemente.
Temos que ver, que esse tipo de atitude causa reações contrárias da que esperávamos. Ao invés de aproximar, somente afasta, deixa mágoas, que são verdadeiras feridas abertas.
O primeiro passo é saber aceitar seus defeitos, mudar alguns, ao menos os que podem ser mudados, mas principalmente temos que aprender a respeitar e aceitar as pessoas da forma que são.
Não podemos imporlhes nada e não deixar que imponham a nós. Isso pode mudar completamente uma relação, seja de amizade ou amorosa.
Essa é a melhor maneira para podermos vivermos de bem conosco e com as pessoas que nos rodeiam.
Você sabendo fazer isso, irá longe, irá perceber que cada pessoa é especial do jeito que é, tem suas qualidade e defeitos como todos nós temos.
Ninguém é perfeito, estamos longe da perfeição. É preciso assimilarmos isso para que possamos ter uma convivência pacífica e harmoniosa com outro ser humano.

É isso

Bjo

36 comentários:

Luna Sanchez disse...

Pois é, moço...

Tive um relacionamento, certa vez, em que acontecia exatamente isso : ele me oferecia o que era bom pra ele, e eu fazia o mesmo, oferecendo o que era o meu ideal. Resultado : desencontro total, mágoas, tempo desperdiçado e saudades. ¬¬

Beijos, querido. Adoro vir aqui e te ler.

ℓυηα

Detalhes de mim... disse...

Ah concordo contigo Dil! Tem uma frase q diz:"Eu sei quem eu sou, os outros me imaginam" e temos q ter muito cuidado em como imaginamos o outro...acho q é por isso q as vezes nos decepcionamos, estamos sempre esperando q o outro faça o q queremos e não nos atentamos para o q o outro realmente é. O segredo deve ser esse. Se mostrar como de fato é e aceitar os outros como são!
ótimo texto!!
beijoo

Sentimental ♥ disse...

imposição não combina com relacionamento...
bjs

Gilson disse...

Dil meu amigo, belo texto. Mas se pararmos para pensar isto se resume no amor. Porque o amor é aceitação do outro como ele é, com suas virtudes e seus defeitos, tentar transformar o outro seria torná-lo infeliz e o amor verdadeiro é aquele que faz o outro feliz. É claro que num relacionamento duradouro, com o amadurecimento dos dois, existem coisas que são cedidas para se manter a harmonia, mas nunca podemos algemar ninguém numa prisão de certos e errados, inclusive os amigos.
Amigos são tão especiais que devem ser imutáveis.

Abraço

Caroline. disse...

Apoiado \o/
Beijão =D

Elisa no blog disse...

É muito triste o fim de uma história assim, em que um tenta impor coisas aos outro. Como vc escreveu, acaba em mágoas e afastamento. Por isso, mesmo com meu filho, não fico impondo nada. Converso com ele e pergunto a opinião.
bj

Luna Sanchez disse...

Dil,

me dá a receita do bolo de aipim?

Se não for pedir muito, faz esse bolo pra mim? Fiquei com água na boca! \o/

Rs

Dois beijos de terça.

ℓυηα

Dom .A. disse...

Estou contigo e não abro! (olha a revolução)

Tudo bem, contigo? Mande notícias.

Ab ;-)

Gaby Bernardes disse...

.naao existe nada perfeitoo!
a gente tem que ver os defeitos e tentar melhorarr isso da melhor forma possiveel!
fica cm deus *-*

Branca disse...

Um viva às diferenças, que é o que torna tudo tão interessante!

Boa noite e boa semana pra vc!

Luanda Vieira disse...

É na diferença que construímos nossas identidades. Concordo com a Branca, um Viva às diferenças.

Um beijo pra vc, Dil.

Eric R. disse...

Concordo em genêro,numero e grau amigo.
Somos todos unicos e devemos respeitar a individualidade e a forma de ser um dos outros e tambám exigir que nos respeitem.
Como já disse uma vez, Você é você e eu sou eu vivendo em harmonia.
Unicos, felizes com nossas diferenças e semelhanças.
Bom amigo, pra ser mais resumido,mandou bem demais.

Abração !!!

Ausência Instável disse...

Oieeeeh Dil ...

Bom, impor algo sobre alguém já começa em mau caminho andado. A liberdade já se diz no seu significa livre abitrio a todos com que quiser fazer ou pensar no que deseja.
Mas enfim, eu aceito e concordo com tudo o realmente disse, tendo o respeito acima de tudo, não havera problemas em relação ao amor, ou independente do que seja.

Adorei, sempre escrevendo coisas fofas e sempre é uma boa reflexão suas palavras.

Um beijão, aparece.

Marcelo Novais disse...

imposição não combina com relacionamento...[2]

Disse tudooo
bjoos!

Lu disse...

Belo texto!

ô para de fazer vontade, falando em bolo.kkkkkkkkkkkk

Beeeijos!

Luna Sanchez disse...

Obrigaaaadaaaaa pelas receitinhas, querido. Certeza que nesse fds vou sair do bolo de chocolate, velho conhecido, e experimentar uma delas.

Depois te conto se acertei. ;)

Beijos. Dois. De quarta.

ℓυηα

Gilson disse...

É isso mesmo Dil, muitos amigos se tornam nossa família e isso é muito bom e gratificante.
Gosto muito da sua foto do post "Ao seu Lado".

Abraços

HSLO disse...

Aceitar os defeitos é o primeiro passo de qualquer relação.

Concordo com o seu texto viu.



abraços


Hugo

Dani disse...

Eu sou do tipo que, quando gosto de alguém, gosto com casca e tudo. Percebo, analiso e aceito os defeitos (quando não representam desvios de caráter).
Exigir a perfeição das pessoas, acima de tudo, é cruel e egoísta porque nós mesmos somos repletos de defeitos.

Adorei o blog. Estou linkando no Ponto Rouge.

Beijo rouge

Dani

xoogle disse...

Esse menino Dil já já é psicólogo! Sempre com conselhos sensatos e ponderados.

Um abraço!

Ivan.

Fernanda Magalhães disse...

Concordo com a Dani quando diz

"Eu sou do tipo que, quando gosto de alguém, gosto com casca e tudo. Percebo, analiso e aceito os defeitos (quando não representam desvios de caráter)."

È isso! Simples assim.


Um abraço moço.

Três Egos disse...

Olá! Tudo bem?

Eu confesso que sou perfeccionista e algumas coisas me incomodam muito quando a outra pessoa faz o que não gosto. No entanto, até que eu suporto bastante e entendo que cada um tem seu próprio jeito, eu apenas preciso gostar do jeito do outro. :P

Abraço,

Eros

Priscila disse...

Concordo Dil,
se pensarmos bem talvez se fossemos pefeitos não teriamos tanta graça assim. O que torna uma pessoa especial são as diferenças, os defeitos!

Adorei! ;)

Beijos

Jeremias disse...

Olá Srº Dilbert.
Muito bom!
Belo texto, belas palavras. Não direi ensinamentos, mas caminhos, alternativas...
E não serve exclusivamente para relacionamentos amorosos, mas também amizades, família, etc.
Pontos de vistas, decisões, geralmente não podem ser impostos.
Possibilidades sim, podem ser construídas por pessoas que tenham uma convivência pessoal, profissional, ou amizade.

Menina Misteriosa disse...

Dil, tenho pensando tanto nisso. Você leu meus pensamentos?
As vezes, o defeito que vemos no outro é justamente o que queremos mudar em nós mesmos. Mas a crítica é mais cômoda, não exige esforço. Só que afasta a pessoa e faz com que nos percamos.
Antes de tudo, sempre olhar pra dentro. Pro que queremos e podemos mudar. Desta forma, estaremos completos e poderemos dar ao outro o melhor: amor, respeito, compreensão!
Adoro vir aqui!
Beijos

cantinho she disse...

Olá! Amei o seu post! Beijos!
Cantinho She.

Bia Ferreira disse...

Ah, a pessoa aqui tem uma mania horrorosa de aceitar até demais os próprios defeitos.. aceito tanto que nem quero perdê-los.. vai que pego outros piores...
bom texto, bom blog!!

Caio Lima disse...

projetar em alguém aquilo que desejamos é o pior erro que uma pessoa pode cometer.

Ser espontâneo é a melhor atitude em qualquer relacionamento (família, amigos, amor etc)

Cocada.g disse...

Ola amigo desculpe a ausência mas essas ultimas semanas foram pura correria! Muito boa sua reflexão sobre imposição. De maneira alguma agente pode impor condições para um amor ou amizade, isso derruba o sentido dos dois termos. Se vc ama e gosta da pessoa você aprende a conviver com seus defeitos, pois afinal de contas você tambem não é perfeito! Concordo com o que vc diz: Cada pessoa é especial!

abração!

Ludmilla disse...

Eu concordo. Sem mais palavras.

Nivaldo Vasconcelos disse...

Bom o geito que você escreve, é muito leve e sincero, gostei daqui, volto mais vezes!
Um abração

Gilson disse...

Dil

Vou fazer uma imposição...rs....rs...
Post novo com O43, ok.

Abraços

railer disse...

falei isso no figura220 também.
a gente tá sempre preocupando com o olhar do outro e criticando no outro o que a gente não gosta na gente.

Jay e Alê disse...

É verdade.
Você fez uma abordagem bem precisa. Eu sou daqueles que acredita que a gente não precisa ser perfeito. Quem deseja a perfeição acaba cobrando mais dos outros aquilo que ele não consegue produzir nele mesmo. Ou acaba projetando nos outros o que mais lhe cabe. Perfeição é coisa divina. Nós somos da terra. E se amarmos de verdade isso sim já valerá a pena. O amor não julga, não crítica e tals...
Tudo bem querido?
Saudade de vc.
Bju nosso.

Lua disse...

"Ja nao ha mais culpado ou inocente. cada pessoa ou coisa é diferente.
Já que é assim, baseado em que você pune quem nao é você?" Nao sei de quem é a frase mas isso é certo.

BOm fim d semana, beijos!

Dani disse...

É muit mais fácil nos contrariar do que contrariar o outro. Dizer não quero, não gosto é difícil mas é a afirmação do que somos e não devemos abrir mão disso.

beijo rouge

Dani