domingo, 5 de junho de 2011

Uma vez na vida!


Uma vez, estava em minha janela, vendo o mundo passar por meus olhos. Em alguns momentos me deslumbrava com a simplicidade que uma criança brincava na rua, a inocência que tinham ao conversar, apesar de que hoje em dia, muitas crianças não estão assim tão inocentes, mas me encantava isso. Me lembrei então de quando eu estava nessa fase, das tantas corridas pelas ruas, das brincadeiras, dos momentos marcantes que vivi. Ao escrever essas palavras, me lembrei algo do qual eu sempre gostei e todas as vezes que eu provo, me transbordam lembranças gostosas da infância. Maçã do amor. Eu havia ficado anos sem comer, aí um tempo atrás, minha irmã chega com uma para mim. Nossa! Foi a maçã mais gostosa que comi em minha vida, transbordada de sensações, emoções, lembranças que surgiram loucamente em mim. Após esse momento retrô de lembranças, continuemos então. Uma coisa que mais me emociona, são os casais apaixonados. Ah! O amor. Aquela troca de sentimentos, os olhares, os toques delicados ao tocar um a mão do outro. Se torna uma das visões que mais emocionam alguém. Para nos emocionarmos mais, basta vermos um casal de velhinhos, num clima de eterno amor, com direito a mãos dadas, declarações de amor e troca de olhares cada vez mais apaixonados. Isso me encanta, me emociona, me inspira. São amores assim dos quais devemos nos espelhar e não aqueles te amo hoje e amanhã a fila andou e já é outra declaração, para outra pessoa e assim sucessivamente vai seguindo as tantas e tantas declarações. Acredito que a palavra amor, está um pouco banalizada, são tantos eu te amo ditos, mas não sentidos. Alguns dizem mais por conveniência até, do que realmente sentem, tem vontade de dizer. Não digo que essas pessoas não amem, mas só acho que se precipitam ao dizer, para pessoas que mal se conhecem. Amor se conquista, nasce aos poucos e não é da noite para o dia. Hoje eu te conheço, amanhã gosto muito de você e depois de amanhã eu te amo. Para quê tudo isso se alguns meses depois você já "ama" outra pessoa e a trai aquela qual você se declarou "ontem"? Não entendo isso e nem sei se realmente quero entender. Sim, obrigado. Prefiro ficar na minha ignorância por favor.
Mas é isso, brindemos então as boas recordações e refletemos então sobre o amor, a quem dizer e por que dizer.
Recebi de um amigo, de autor desconhecido a seguinte frase:
"E daí se eu passar o dia dos namorados sem namorado(a)? Eu também não passo o dia do índio com um índio, nem o dia da árvore com uma árvore. Muito menos o dia de finados com um defunto."

Para que possamos entrar com bom humor o dia dos namorados, aos menos aos que estão solteiro, rs.

Ah, não se esqueça de votar em mim para o prêmio TopBlog 2011, caso já tenham votado, por favor, não se sintam envergonhados em pedir para seus amigos, parentes, conhecidos e desconhecidos para votarem em mim, rsrsrs. É só clicar no selo do prêmio, que fica do lado esquerdo, depois de votar é só confirmar seu voto através do link que irá receber via e-mail ou twitter.
Gente, caso dê algum erro na página, é só atualizar que volta ao normal.

É isso

Bjo

Contato:dilsantos@rocketmail.com

16 comentários:

railer disse...

também faz tempo que não como maçã do amor. deu vontade agora...

Sentimental ♥ disse...

eu nunca fui fã de maçã do amor, sei lá, acho q pq gruda nos dentes. rs

Anônimo disse...

Adorei a frase do seu amigo, amigo kkkkkkkkkkkkkk!
Realmente penso como vc amigo, o "amor" ou o que chamam de amor, está se tornando algo banal, trivial, isso talvez porque as próprias pessoas não amam nem a si prórprias, não se dão valor, e em algum momento esqueceram o significado e sentido real do que é amar.
O amor não é fácil nem só flores, também deve ser por isso que algumas pessoas preferem "amar sem amar".
O amor tá tão dificil que não gosto nem de maçã do amor kkkkkk!
Beijos amigo.

Ana Cris disse...

É a infância nos traz muitas lembranças e saudades acho que porque pra maioria é a única fase da vida onde conseguimos ser realmente felizes é onde experimentamos sabores que jamais voltaremos a sentir denovo....pelo menos a maçã do amor podemos provar de vez enquando...rs hum e algodão doce tbm...é eu e o amor continuamos andando em direção inversas mas quem sabe a gente se esbarra uma hora ou outra ♥...super bj Dil

Lu disse...

kkkkkkkkkkkkkk
Amei seu texto!
Pra mim o melhor que escrevestes.

Beijo!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Dil
Realmente hoje esse sentimento chamado amor, está cada vez mais em extinção. Hoje ama-se com a maior facilidade, mas também se esquece rapidamente.
Bjão

Fred disse...

A maça do amor quebrou meu dente de leite. Desde então refugo ambos: maça e amor. Hahahahaha! Valeu, Dilzzz!

| Diego Dellano disse...

Realmente algumas coisas nos fazem viajar de uma maneira tão intensa no tempo.. E esse momentos geralmente são muito Bons..

Quanto a se Estar Solteiro? Os namorados tem 01 dias, os solteiros 364.. hahaha =]

Fred disse...

Ah, menino... eu sempre me acabo. Sempre... hehehehe! Valeu, Dil! Hugz!

Mariposo-L disse...

Sabe tenho um apagão "infantil",uma fase da minha vida que não lembro de nada .. não sei o que aconteceu, quanto a maçã do amor não gostou muito acho que é aquele açúcar que cobre a maçã .. faz meleca ...
Já sobre o amor , sou um eterno romântico e a palavra " te amo ", não é dada para qualquer um ... ter que ser muito especial para receber e a ultima pessoa recebeu foi mariposo-R, e isso faz 11 anos , ainda só repito para ele :)

Abraços

Lady's disse...

além dos poemas as fotos são suas também? se for muito bonito vc :)

Paulo Braccini - Bratz disse...

Eu acredito no amor mas não no amor meloso, açucarado, q passa sem deixar marcas ...

Lu disse...

ôhhhhhh se gostei!
Seu texto é uma mescla de humor com reflexões sobre alguns comportamentos. Beeem do jeito que gosto.
Estou bem thanks!
Tu também, né?
Beijo!


P.S.: Viste ali que o cara tem um "apagão infantil"?
E o outro quebrou o dente, com a maçã do amor. kkkkkkkkk
Me divirto lendo essas manifestações.

Ana Wants Revenge disse...

tmb adorei a frase do amigo!

e olha, pra dizer te amo, tenho que amar MEEEEESMO. caso contrario dou uma enroladinha hihi.

beeeijo
.
.
.

Trilho, trago e assopro no ar.. disse...

Eu ri.

Dil, as pessoas perderam um pouco o real sentido das coisas, dos sentimentos. Querem amor, mas não sabemos nem o que fazer com ele. Tudo se perdeu.


Beijos!

Fred disse...

Valeu pelo comment, querido! Hugz!