quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Amo você!


Essa noite tive um sonho lindo. Eu estava em algum lugar que não me lembro bem onde, mas nesse lugar, tinha um casal de velhinhos, que continuavam tão apaixonados como quando se conheceram. Fiquei emocionado só de presenciar aquela cena e confesso que no sonho meus olhos lacrimejaram, apesar de que não seria difícil de acontecer realmente, caso eu estivesse acordado, rsrs. Eu tinha que escrever sobre isso, sabe quando fica uma voz lá dentro, pedindo pra dizer ou fazer algo? Então, meu eu interior vive fazendo isso comigo e dessa vez não seria diferente não é? rsrs
Todas as vezes em que vejo um casal que realmente se amam, que demonstram isso, sem se preocuparem com o que os outros irão pensar, é emocionante e motivador. Certo dia, estava eu passando pelo Centro daqui da cidade e vi uma cena linda, que apesar da simplicidade dela, foi de uma sinceridade imensa. Foi um casal de homossexuais, de mãos dadas e eles trocaram um olhar de cumplicidade, de paixão que fiquei bobo com a cena de tão linda que achei. Fui andando e olhando aquela cena, que vire e mexe me vem a cabeça. Sei que posso parecer meio piegas, mas quem tem sensibilidade em ver nas pequenas coisas, as mais simples que possam ser, percebem o quão especiais, gigantescas elas se tornam, elas demonstram ser.
Eu sempre me recordo desse momento, mostra como o amor pode vencer barreiras e não se importar com o preconceito, com as opiniões das pessoas. Amar é se expôr ao ridículo se preciso for, mesmo que seja para gritar na rua o quanto ama tal pessoa, é deixar que riem de você, quando está com aquele ar desperço, de quem não está nem aí, com aquela cara de bobo.
Um carinho no rosto, um tocar de mãos, uma troca de olhares, onde nesse olhar, pode-se dizer mais que muitas palavras e nele você ter a certeza de que tudo o que você sente e percebe é concretizado. Nunca achei que falar de amor, fosse demais, fosse brega como algumas pessoas pensam. Claro cada um tem uma maneira de demonstrar seus sentimentos, por mais inusitados que sejam, mas que não deixam de amar, mesmo que de uma forma não convencional, se é que o amor pode ser considerado convencional.
Amem muito, digam isso a pessoa amada, pois muitas vezes adiamos demais e quando percebemos deixamos passar. As vezes pode ser tarde demais, por isso não se sintam intimidados, encabulados em dizer. Seja um sussurro ou um grito, seja num abraço dado ou simplesmente um bilhetinho escrito: Amo você!.


É isso

Bjo


Contato: dilsantos@rocketmail.com

14 comentários:

Alê disse...

Dos gestos possíveis e passíveis em demostrar amor, nada mais completo que olhares,

É de uma cumplicidade ímpar,


Um beijo terno Dil!

João do Amor disse...

Tantos pessoas só deixam para dizer EU TE AMO quando já não há mais tempo. Tanta gente precisa ouvir uma palavra de carinho e merece ouvir, mas, sempre é adiada.
Obrigado pelo texto.
Abraçõa, diLL.

Serginho Tavares disse...

oi querido
eu estou bem e você?
ame muito
sorria muito
cante
dance
e me visite sempre
beijooooooos

G disse...

É isso Dill, dizer que te amo faz parte da nossa vida, precisamos mesmo demonstrar o que sentimos pelos outros, demonstrar o afeto e afagar o ego.

Grande abraço

Anônimo disse...

Olaaaa amigoooooo kkkk
Conhecendo vc como conheço acredito que não é tanto o fato de dizer o "te amo" que faz a diferença, mas a demonstração em si, a cumplicidade, os olhares, o carinho, a reciprocidade de afetos, amabilidade e doçura, isto é mais que dizer é fazer sentir o amor e mais que ele, um sentimento completo e maravilhoso.
Sentimento esse que só se vive intensamente e verdadeiramente em pessoas especiais assim como vc meu amigo. "Não é que sejamos diferentes, é que ninguém é como nós" kkkkk momento ego-ego-egoista kkkkk
Beijo amigo ( vc sabe de quem né!! kkkk

Anônimo disse...

Olaaaa amigoooooo kkkk
Conhecendo vc como conheço acredito que não é tanto o fato de dizer o "te amo" que faz a diferença, mas a demonstração em si, a cumplicidade, os olhares, o carinho, a reciprocidade de afetos, amabilidade e doçura, isto é mais que dizer é fazer sentir o amor e mais que ele, um sentimento completo e maravilhoso.
Sentimento esse que só se vive intensamente e verdadeiramente em pessoas especiais assim como vc meu amigo. "Não é que sejamos diferentes, é que ninguém é como nós" kkkkk momento ego-ego-egoista kkkkk
Beijo amigo ( vc sabe de quem né!! kkkk

Frederico disse...

bonito seu texto, mas confesso que tenho certa dificuldade em falar que amo alguém.

Luna Sanchez disse...

Que bonito, Dil!

=D

Hoje li um "eu te amo!" em negrito, escrito pra mim por e-mail...Tão contente, fiquei!

Eu sempre fui de verbalizar, gosto de falar que amo quando amo, me faz bem. E gosto de ouvir também, claro. Essas coisas perfumam a vida da gente.

Um beijo, querido.

Estéphanie Mognatto disse...

Ei querido, nossa que lindo isso que escreveu.
Eu acredito muito no amor, e que ele é o caminho pra tudo!
=]

Some do meu blog não, to com saudade dos seus pitacos e seus " ai meninaa" .


BJokaaa

Dil Santos disse...

Amigoooo
Vc como ninguém me conhece perfeitamente heim? rsrs
Preciso dizer nada e já sabe de tudo kkkkkk
Um bjo amigo

S disse...

Sabe que eu sempre fico feliz quando vejo textos assim e quando vejo gente que tem esperança de que ainda exista amor que dure que ultrapasse qualquer barreira.
Beijão Dil querido, saudades!

Luna Sanchez disse...

Dil, meu querido, voltei porque, lendo teu comentário no meu blog, percebi que não me expressei bem aqui : eu recebi esse e-mail de outra pessoa, não fui eu quem mandou pra mim não...ahahahahaha

Foi um mocinho, entende?

;)

Beijos, lindeza.

Maicom disse...

É que, com o tempo, estamos desaprendendo a amar. Tá mais fácil, mais simples ter a lascívia resumida a 1h e meia de sexo, como se o amor, o amor de verdade, não comportasse tal comportamento. Uma penosa e real constatação.

She disse...

Ei meu querido! HO, HO, HO!
Feliz Natal querido, que seja uma noite feliz, de paz, tranquila e cheia de amor! ;)
Beijo, beijooooo!
She