quarta-feira, 14 de março de 2012

Planos!


Muitas vezes ao longo de nossas vidas, temos aqueles momentos dos quais nos pegamos pensando no que fazer, quais caminhos a seguir ou decisões a tomar. Sempre começa com aquela pequena faísca, onde muitos acabam deixando ela se apagar e ficam estagnados na mesmice, tornam-se metódicos com o tempo. Outros já se preocupam em fazer com que essa pequena faísca, se torne um labareda imensa. Labareda essa de idéias, projetos, vontade de fazer com que dê certo, de correr, de quebrar a cara se preciso for, mas que de certa forma irá lhe ensinar, irá lhe preparar para algo grandioso ou mediano que está para vir. Criamos sim expectativas, mas não podemos criar tantas assim e ficarmos presos a elas, pois tudo na vida sempre acaba tendo um pouco de frustrações, decepções e temos que estar preparados para enfrentarmos isso e não deixarmos nos abater por elas. Essa pequena faísca, que a maioria das pessoas a tem, eu estou fazendo com que aqueça mais a minha, que se incendeie mais. Estou cheio de planos, projetos que há muito tempo eu já estava planejando, mas não achava que era a hora certa. Mentira a minha. A verdade é que eu tinha medo de tentar, medo de me frustrar, me decepcionar, não com os outros, mas comigo mesmo, por não fazer com que dê certo. Esse medo que muitas vezes nos envolve e nos congela, é até normal, mas não podemos deixar que nos controle. Tá certo que a parte de não ser a hora exata, teve seu momento, teve seus 15 minutos de fama, mas o medo prevaleceu. Hoje eu o venci, não extamente hoje, pra ser mais específico, mas há alguns dias. E estou me sentindo muito bem, estou sentindo que estou no caminho certo e que irei conseguir concretizar os planos dos quais andam povoando meus pensamentos. Eu estou seguindo esse caminho e sei que muitas pessoas estão fazendo o mesmo e os que não estão, já pensaram em fazer um dia e como eu, deixou que o medo os paralisazem. Digo para enfrentarem, não deixem que esse medo muitas vezes descabido, tomem conta de vocês, pois pode-se ter tudo em suas mãos para realizar esses planos e você não quer enxergar, não quer arriscar, acho que a definição que mais se encaixe é essa. Se quebrar a cara, não der certo o que você planejou, paciência. A vida é cheia de altos e baixos e sempre será assim, com você e com todos. Tudo é uma questão de escolha, de riscos, pois viver é um risco, do qual todos corremos a cada minuto. Então, vamos tratar de correr atrás, por que esses planos não irão cair em nossos colos todo arquitetado e tudo já preparado. É trabalhar, trabalhar e trabalhar, para só depois descansar. Acho que é o que podemos esperar para o futuro, ao menos até termos dado uma estabilizada boa, para só assim, podermos respirar mais aliviados sem tantas preocupações.

É isso

Bjo

P.S. Desculpe a ausência, mas como eu estou com esses projetos em mente e estou colocando-os em prática, está tomando boa parte do meu tempo, por isso meu sumiço, rs. Mas, promento em breve compartilhar essas idéias com vocês.


Contato: dilsantos@rocketmail.com

12 comentários:

Frederico disse...

iiii to num desses momentos não sei o que fazer o que pensar, não sei nada, e quando isso acontece parece que o tempo não passa !!

Fred disse...

Planejar, sim!
E executar também, nzé?
Mas tu, meu amigo, tá predestinado ao sucesso sempre - tenho certeza!
Bjzzz!

E essa da salsinha eu juro que não sabia! Valeu a dica!

Serginho Tavares disse...

planejar é bom e executar o que se planeja melhor ainda

beijos meu querido como disse bem o nosso querido Fred, você está predestinado ao sucesso!

untouchedmilk. disse...

Nossa Dil seus textos estão ficando cada vez melhores. Ahazando como sempre. Beijos.

Peter disse...

Bacana, meu caro, você disse tudo! Certas faíscas não devem ser apagadas logo de cara, é preciso tentar, sempre.

Boa sorte com seus projetos, estamos aqui na torcida!

Abraços!

Cesinha disse...

Esse é o meu menino do coração! Olha, fico feliz mesmo que esteja planejando. E, com essa sua forma linda de encarar o mundo, você vai longe... sempre para onde o seu coração o guiar, tenho certeza.

Eu tava morrendo de saudades de ler seus textos... não faz assim com a gente!... e os seus poemas? Deixa a gente ver unzinho de vez em quando...

Beijão.

Prisioneiro 0001 disse...

Lindo texto.
E é aquela do tentar, tentar, persistir, né?

Um bjo!

Renato helmut disse...

Oi Dil!
Viver tem seus riscos, mas o maior deles é não querer viver.
E transforme essa faisca em um incêndio daqueles, hehe!
Um abração!

Fred disse...

Valeu Dilzzzzzzzzzão! Adoro dicas! Hehehehe! Mega fds pra ti, querido! Bjz!

railer disse...

às vezes faz parte tirar um tempo assim pra gente, pra cuidar da gente mesmo.

Fred disse...

Valeu, Super Dil!!!!!! Ótima semana pra ti, gatucho! Bjz!

Renato Hemesath disse...

Querido,

adoráveis as tuas palavras! sim, se fazemos projetos é porque desenvolvemos uma capacidade muito refinada de abstração a ponto de conseguirmos pensar de mmaneira amplificada. Trata-se, no processo, de descobrir-se o que se quer, e em algumas ocasiões, a descobrir-se a si próprio.

Que as cortinas continuem abertas para ti!
abraços