terça-feira, 10 de setembro de 2013

Um novo futuro!

Não sei o que acontece comigo
Não me reconheço em meio a tanta dor
Minha força não sei onde se escondeu
Ou se simplesmente acabou
Choro ao tentar me levantar
Grito por ajuda, mas parecem não me escutar
Quero voltar a ser como antes
Nos meus dias de glória
O tempo foi cruel comigo
Como se um castigo me fosse imposto
Ou será uma prova de fogo do destino?
Lutar ou desistir, são minhas únicas opções
Essa dúvida as vezes paira em mim
Na maioria das vezes luto desesperadamente
Acreditando de coração que vou conseguir
Mas na minoria, fico apenas ali parada
Com esperanças de que a dor vai passar
Quero gritar, gritar alto, para quem sabe essa dor possa aliviar
Mas sinceramente não se se vai adiantar
Rezo então, pedindo um milagre
Esperando que possa mudar as coisas
Que essa dor que me segue, possa se dissipar
Tão rápida como aquelas chuvas de verão
Sinto saudade do tempo em que eu andava por toda a cidade
Por todas aquelas tardes, sem me preocupar
Hoje o que mais quero é dessa dor poder me livrar
Esquecer o que me aconteceu
E um novo futuro poder reescrever
E um final feliz ter



Esse poema escrevi para minha mãe, ela está com problemas ósseos. Tava com saudade de escrever poemas, tinha um bom tempo que eu não me aventurava a escrever, meio sem inspiração, mas parece que ela está voltando, aos poucos, mas está, rs.
Gente, aviso importante agora. Eu estou concorrendo novamente ao prêmio TopBlog 2013 e preciso que vocês votem em mim. Por favor, peçam a seus amigos, parentes, conhecidos e desconhecidos, não se sintam envergonhados em pedir, rsrsrsrs.
Vai levar apenas 1 minuto, é só clicar no selo do lado direito que você será direcionado a página de votação, pode votar por e-mail ou facebook, de preferência votem pelos dois. Só uma observação, caso você tenha mais de uma conta de e-mail não se esqueça de votar por ela também e validar seu voto clicando no link que irá receber por e-mail, verifique se está no spam.
Muito obrigado

23 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

lindo querido ... missão cumprida ... votei ... boa sorte ... beijão ...

Bruno Garcia disse...

Maravilhoso! Já votei ok?
Bjo =)

Israel Freitas Silva disse...

Fantástico!!!
Beijos

Latinha disse...

Olá Dil,

Bom ter notícias tuas e que poema lindo! Muito Bacana...

Devidamente votado de todas as minhas contas de email! ;-)

Abração

Fred disse...

#Podeixar!! Já estamos desejando melhoras pra sua mama e votando pra vc ganhar!!! Bjos, querido!

Freddie Butterman disse...

Adorei seu poema. Viajei nele rsrsrs...

Ah, e já votei!

Abração!

Gera Souza disse...

Menino, mas que lindo poema...intenso! Adorei...Acho que voce deveria escrever mais poemas.

Vibrações positivas para sua "Mama"

Votação efetuada com SUCESSO!!

Beijão

Fred disse...

#diliçaaaaaaaaaaaaaaaaaa... hahaha!

jair machado rodrigues disse...

Olá Dil, gosto muito daqui, gosto desse cara aí em cima, o Fred e do meu rei Bratz...amo minha mãe e ela tem probelmas nos ossos também, estamos juntos neste belo e dolorido poema e na vida...já votei, boa sorte...obrigado por teu afago no meu último post, daqui a 30 dias postarei algo novo, perdão por não responder teu comentário, eu peguei um ódio tão grande daquele post que me nego a escrever, mesmo comentar o comentário, que eu adoro, não faço, mas tou pensando no teu conselho, obrigado.
ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

FOXX disse...

me vi muito no seu poema, muito mesmo.

Madi Muller disse...

Adorei,tô indo lá votar...

Fred disse...

Sabe tudo de gauchês esse meu amigo... hehehe! Bjs, querido!

Fred disse...

Curioso? Vc? #numcreio! Hahahaha! Bom finde, querido! Bjs!

Daniel Andre disse...

Bom dia meu amigo.
Escrever poesias, contos etc, é deixar a alma falar por si só. Tenho um blogue de poesias, que entrelinhas, escrevo sobre tudo. Gostei tanto do seu blogue que estou me tornando o seu seguidor. Atualmente estou passando por umas situações similares a sua, conforme relatado em seu poema, alias é um "lindo triste".

Enfim, força camarada e tenha um ótima dia. Ah, já estou indo votar em vc. rs.

Dan,
http://gagopoetico.blogspot.com.br/

Fred disse...

Palhaços tb não me gustam! De nenhum tipo!!! Hahahahaha! Bjão!

Luna Sanchez disse...

Dil, coisa linda da Tia Luna, estou de volta!

:)

Saudade monstra de ti, guri!

Um beijo enorme.

* Muito bonito o texto. Melhoras pra tua mãe.

Luna Sanchez disse...

Vim te dar uma beijoca, lindão : muaaaaaaaaah!!!

=*

Fred disse...

Confessa Dil: tu tomou todas as mini-garrafinhas de Coca-cola, nzé? Hehehehe! Bjão, lindão!

Fred disse...

ET é tudo nessa vida! Boa semana, Dilzito! Bjs!

Chiara disse...

Simplesmente Fantástico !!!
Depois de algum tempo longe tô de volta .. bjsss

Fred disse...

Chegado num lisinho, hein? Safadinhooo! Hahahaha! Bjão!

Dih Melo disse...

Belíssimo poema! Amei, sensível, excelente!

Um abraço

Votado!

FRANCISCO DIAS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.