sábado, 19 de setembro de 2009

O que é bom para mim, será que é bom para você, para nós?


O que é bom para mim, será que é bom para você, para nós?
Vivemos com essa idéia na cabeça, sempre pensando que isso ou aquilo vai ser bom, que é o certo a fazer, a escolher, mesmo que seja inconscientemente.
As vezes, queremos controlar a vida das pessoas que nos cercam, das pessoas que amamos, sem pensar em suas opiniões, suas escolhas. Parecem surgir de uma forma natural, bem normal essas decisões, deixando parecer que estamos cientes do que falamos, mesmo não estando.
Acreditamos que sabemos o que é melhor para elas, mas não chegamos e perguntamos o que será bom para você. Temos que saber sentar e organizar essas escolhas, essas decisões juntos, para que assim, futuramenten não venhamos a ter um desentendimento, uma "lavagem de roupa suja" sobre esses pontos.
Isso acontece muito com nossas mães, elas são os maiores exemplos desse caso, elas procuram passar uma imagem que de que elas sabem o que será bom para nós, de que sabem de tudo, mesmo quando estamos crescidos, com nossa personalidade formada, amadurecidos, independentes, elas querem nos manter sobre suas "asas" e procurar direcionar, decidir nossas vidas da forma que elas julgam serem corretas. São as típicas mães super protetoras.
Isso não se aplica a todas, sempre existem as excessões.
Temos que procurar conversar, expôr isso de uma forma saudável, explicar os pontos positivos e mostrar que em qualquer decisão que tomarmos, pode haver um ou mais pontos negativos, mas que precisamos tentar para provar para nós mesmo que podemos, que não precisamos que tomem as deciões por nós, que temos capacidade para tal.
Pensem nisso e procurem não repetir os erros que sempre vemos por aí.

É isso

bjo

18 comentários:

Sentimental ♥ disse...

não, definitivamente o q é bom pra mim não é bom pra vc e vice versa.... as vezes acontece de ser bom pra ambos e tudo bem, mas não dá pra criar regra sobre isso e ficar insistindo q o outro deve fazer determinada coisa, tipo mãe mesmo, mas bem extensivo à irmãos, irmãs e parentes em geral. rs
bjs

Lu disse...

Olá Dil!
Ótima abordagem de assunto. Interliga-se no que já abordou, que é limites.

Somos seres com desejos diferentes, gostos diferentes e necessidades diferentes. Portanto, seres singulares, e não clones uns dos outros. O que é bom pra um, não faz menor sentido para outro.

Como mãe, tento não cometer erros, respeitando as escolhas e o jeito de ser de cada filho. Mas, sou suspeita em falar sobre isso. rss

Karakaaaaaaaaaaa...18 pessoas? afff mariaaaa... é silêncio, só quando todos estão dormindo. Isso se ninguém estiver com insônia, né? kkkkkkkkkkkk

Estou bem, e você?

Beijos, menino querido!

xoogle disse...

Muito bom o assunto, Dil. Há um desses ditos de sabedoria popular que diz que 'Deus deu a vida pra cada um cuidar da sua'. Eu nao sou muito fã dessas premissas óbvias, mas, cá entre nós, seria muito bom se todo mundo as seguissem, não é verdade?

Um abração!

Ivan.

Eric R. disse...

Porque será que abordou esse assunto hein amigo?? kkkk
Brincadeira.
É amigo,Deus nos fez únicos e por isso,como sempre digo, a vida não tem uma formula única pra todos.
Temos gostos tifentes,biotipos distintos,idéias,objetivos,tantas coisas dispares.
E como diz uma musica de desenho animado kkkk Você é você e eu sou eu vivendo (ou pelo menos tentando viver) em harmonia.
È amigo mãe é um caso sério, pensam que as experiências vividas por elas podem ser tranferidas para nós, e que através desta"troca" nos afastaram de sofrimentos futuros, mas a vida é um ciclo ao qual temos que caminhar port nós ,que viver e vivenciá-la.
Elas sempre seram nossas mães,mas Deus deu um coração a cada um para que cada um tenha uma vida e vivê-la.
Um dia chega a hora de dizer igual em um filme:"Mãe eu te amo,mas to caindo fora ..." kkkkk
Abração amigo!
Espero que esteja muito bem :D

Eric R. disse...

kkkkkkkkk

To bom e bonito amigo, porém um pouco gripado ainda af kk

O amigo que coisa hein,mas estimo pronta melhora a ti.
Toma Buscopan ajuda ,bom não sei se pode mas acho que sim.

Mas logo passa amigo.
:D

Eric R. disse...

Amém amigo kkkkkk

Logo estaremos no topo das paradas de sucesso novamente é questão de tempo kkk
As vezes temos que passar por coisas do tipo para voltarmos mais fortes e poderosos que nunca UHUL

Abração amigo e até + :D

Marcelo Novais disse...

amigooo
sou do pensamento!
"Nem sempre oq eh bom pra vc eh bom pra mim,não existe certo ou errado,existe oq eh bom pra vc"

Bom eh por aí...
Bjoos!

sonho disse...

Nem sempre o que é bom para uns é bom para os outros...todos nós temos que ter as nossas experiencias...os nossos tombos...só assim seremos o que somos...não são os outros por mais que nos queiram proteger...impedir de ser feliz ou sofrer...
Beijo de um anjo

Jay e Alê disse...

Oi dil,

Estamos bem sim querido! E o Alê tá te deixando um abraço.
Boa semana! E vc tudo bem? Como foi o exame médico?
:)\o/

Menina Misteriosa disse...

Tema super interessante e pertinente!
Isso acontece muito, principalmente em família, como vc citou. E, as vezes, por sabermos que não é por mal, vamos aceitando... até uma hora que tudo explode e 'lavar a roupa suja' se torna uma aventura.
A simples consciência de que não somos detentores de todas as verdades, já ajudaria. Eu não sei tudo, nem sempre sei o que é melhor pra mim, como posso dizer o que é melhor pra vc? Como posso te julgar?
Respeito pelas diferenças, pelas opiniões contrárias e muito diálogo... facilitaria nossa vida demais, né?
Beijos

Débora Andrade disse...

Quando sabemos que é definitivamente bom para nós, quem realmente nos ama, deve entender.
E nós, façamos o mesmo com quem amamos.

Caroline. disse...

como sempre ahazando nos textos *_________________* ADORO =D
Beijão =*

Luna Sanchez disse...

Dil,

Eu tenho essa mania, essa inclinação a achar que posso dar coordenadas para a vida das pessoas. É um hábito horrível, e tem ligação com o fato de me pedirem conselhos com frequência.

Preciso me policiar o tempo todo, admito.

Beijo, moço.

ℓυηα

Déia disse...

Temos que conversar mais... E perguntar: o que é bom pra vc? Ao invés de deduzirmos e fazermos disso, uma verdade!
bj

railer disse...

acho que o que acontece é que cada mãe toma a decisão que tem que tomar naquele momento, pela maturidade que tem ali. talvez depois no futuro possa pensar que poderia ter feito diferente, mas só porque agora está mais madura. a decisão que elas tomam num momento, pra mim, seria a melhor que poderiam tomar naquela hora com a melhor das intenções de fazer o bem. elas também vão aprendendo, assim como a gente.

@philipsouza disse...

mesmo errando tem conciencia do bem ou nao do que esta fazendo..errando.apredendo ou caindo ....esse é um ciclo da vida...nada é por acaso sempre ao bem....

abraçao

Amanda disse...

Dil

Quando me tornei mãe,achava que eu era a pessoa que mais saberia o que era bom para meus filhos...mas com o tempo vi que estava errada..que nem ao saber o que era bom pra mim, como saber o que era bom para eles... agora, sou mais amiga do que mãe, opino, digo a minha postura, mas quem decide são sempre eles...se é o melhor eu não sei, mas pelo menos eles já aprenderam que algumas escolhas podem ser erradas e tem que arcar com as consequencias...

bjos!!!!!!!!!!!

Lee disse...

Adorei o texto!!!