terça-feira, 1 de setembro de 2009

Dom de perdoar!



Sempre é mais fácil falarmos de nossas qualidades, nunca de nossos defeitos. É fácil apontarmos os erros dos outros, mas nunca os nossos.
Como somos pessoas normais, temos tantas qualidades, defeitos, manias.
Possuo várias qualidades, ñ vou sair citando tudo aqui pq vai perder a graça né? rsrs
Mas irei citar uma em especial, que pode ser considerada por algumas pessoas, como um dom, o de perdoar.
Eu sou uma pessoa que não costuma guardar mágoas, rancores das pessoas. Muitas já me magoaram, ofenderam, me fizeram sofrer, no entanto, eu procuro não alimentar sentimentos ruins em relação a elas, fico com raiva por uns dias, horas ou minutos, mas logo abro um sorriso, dou um abraço e tudo fica resolvido.
Se realmente for um dom, eu me sinto imensamente agradecido e privilegiado por possuí-lo.
Agora a parte difícil, meus defeitos. Sou uma pessoa com poucos defeitos, quase nenhum, (já é exagero meu kkkkkkkkk), pelo menos eu acho, mas o orgulho é o que me persegue as vezes.
Eu sou uma pessoa orgulhosa, mas que aprendi a pisar nele, a tentar reduzí-lo a pó. Mas sou humano e tenho os momentos de recaída. Ele está sendo controlado como uma formúla omeopata praticamente, rsrsrs.
Eu aprendi que a melhor forma de evoluirmos espiritualmente, é procurarmos deixar de lado esses sentimentos que muitas vezes nos servem apenas como empecilhos.
Não sou certinho, não sou perfeito, não vivo recluso num mundinho, onde tudo é um mar de rosas.
Erro e procuro reconhecer meus erros e ser humilde para corrigí-los, principalmente quando tem uma outra pessoa envolvida.
Tentem não guardar rancor das pessoas, sei que é difícil para a maioria, mas não impossível, vocês verão como se sentirão mais aliviados, com o coração mais reconfortado.

É isso

Bjo

11 comentários:

Marcelo Novais disse...

Amigooo
pode demoraaar
mais eu sempre PERDOUO!

Jay e Alê disse...

Oi Dil,
Poxa vc foi demais, agora me deixou quase chorando. Que comentário mais lindo. Você entendeu pq eu disse que tive que ser corajoso desde cedo né? É meu amigo eu passei por tantas coisas na vida, se as vezes eu posso dizer que nem tudo foi flores, posso dizer com certeza que em tudo o amor, a coragem e a determinação marcaram presença. A palavra que vc chama de perdão, eu chamo de compaixão, acredito que essas duas estão sempre juntas e procurei sempre guiar minha vida com o olhar fixos nelas. Tanto eu quanto o Alê estamos muito felizes com seu carinho e amizade por nós e te desejamos tudo de bom mesmo de coração. Ooops meu comentário vai virar post de tão longo heheueheuheu! Mas a gente pode né?
Antes de eu deixar o Alê escrever: amigo vc vai se mudar? pra onde? pq? aff curioso eu...!
Dil,
Antes de tudo é um prazer responder seu comment. Fico feliz com suas palavras. Vc nos transmite um carinho muito legal mesmo.
Ah e música é muito legal mesmo. Aprende sim vai super bom pra vc. Eu não toco nada auhuahuha, mas adoro ver gente tocando. E o Jay tem o dom de me encantar cantando. Ele sempre me deixa mais e mais apaixonando quando canta especialmente se é pra mim. Bju amigo. (Alê)
O Jay tá dizendo que se vc quiser nos add no msn, poooode. A gente não entra muito mais quem sabe a gente se fala lá tb né? (jason.waider@hotmail.com)
Bju nosso!
Sorry por esse comment tão looooonnngoooooo!

Sentimental ♥ disse...

eu aprendi a perdoar qndo aprendi a dar mais valor ao detalhes...
bjs

Amanda disse...

Bom dia Dil,

O dom de perdoar, na minha humilde opinião é um dos mais bonitos...infelizmente, eu ainda sou aprendiz desse sentimento...perdou quem eu amo, quem fez sem querer, mas quando me fazem alguma coisa querendo me causar mal, aí, meu amigo, é dose...eu sei que tenho que ser superior, e que a vida dessa pessoa é quem problema..mas simplesmente eu ainda não consigo perdoar a maldade...um dia eu aprendo e aí vai ser só felicidade...

bjos*****

Life_and_Feeling disse...

Rs...Ai amore...e verdade e nois sempre...naum consigo mais usar esse meio se naum for para desabafo!!!...

mas fazer o que ne!!!
Adoro seu blog
V c naum some d novo!!!

Lu disse...

Karakaaaaaaaaaaaaaaaaa
Empatamos Dil! Também não tenho defeitos..kkkkkkkkkkkkkk

Perdoar, na minha modesta opinião,
precisa ser mais que meras palavras. O pedido, nem precisa ser dirigido a pessoa. Mas deve haver a intenção sincera do perdão,e de se perdoado...Colocar em nossas orações,desejando que tudo se reconcilie... Mais que um dom, é inteligencia que se usa nessa caminhada. Pois até não aprendermosas, voltaremos a fazer a mesma lição.

Mas, cada um sabe de si.
Beijo, menino querido.

Ademerson Novais disse...

Realmente vc tem um dom amigo....me considero uma pessoa feliz com a vida....adoro ter amigos e conhecidos ao meu redor...e sempre tenho alguem.....mais não consigo perdoar com esta facilidade quando alguem me magoa...quando alguem que confiava me apunhala....sei que devo trabalhar isso...que devo saber que como o outro eu tb erro..eu tb sou um ser defeituoso....mais é dificil amigo....e espero que um dia eu possa chegar pelo menos onde vc hoje esta....

Ademerson Novais de Andrade

xoogle disse...

Acho que o maior "insight" que podemos ter na vida é entender que o perdão é um benefício para quem perdoa e não para quem é perdoado. Um dos maiores empecilhos para perdoarmos é a idéia de que para perdoar precisamos ter a emoção acompanhando a ação. Ou seja, achamos que se ainda sentimos mágoa, raiva, desprezo, ou qualquer outra emoção negativa pela pessoa que nos feriu, então não estamos prontos para perdoar. É bem verdade que ter as emoções em ordem ajuda muito a darmos passos em direção ao perdão. Contudo, há certas feridas que não se fecham tão rapidamente, e algumas que talvez nunca se fecharão.

E o que fazer nessa hora? Carregar o fardo, aquela bola de ferro amarrada em nossos tornozelos para o resto da vida enquanto a pessoa que nos feriu segue a vida dela normalmente? Perdão é um benefício e perdão é uma escolha. O grande barato é escolher perdoar, mesmo quando nossas emoções nao cooperam.

Quanto às dores e a amargura, há várias formas de ajuda para conseguirmos a cura para elas. Mas, ninguém deve esperar as emoções ajudarem para só então perdoar. Perdoar sempre e o mais rápido que puder é certamente a opção mais sadia.

Parabéns por sua escolha, Dil!

Um abração,

Ivan

railer disse...

guardar rancor é burrice. só a pessoa sofre com isso, ninguém mais nem tem noção. o ressentimento, como o nome já diz, é sentir de novo alguma coisa. daí é besteira você ficar re-sentindo algo que te fez mal.

Life_and_Feeling disse...

Como assim naum é menino?!?!?!

E tomara mesmo q vc esteja aki!!!
Sempre do meu lado!!!

Menina Misteriosa disse...

Engraçado, eu tenho mais dificuldade em falar das minhas qualidades. Cobro muito de mim e falo fácil dos meus defeitos... risos...
Quanto a perdoar, meu coração de gelatina não consegue guardar raiva ou rancor por muito tempo. Mas fica marcado, machucado. As vezes, não consegue confiar de novo da mesma maneira...
Beijos