segunda-feira, 7 de maio de 2012

Quero alguém pra mim!

Quero alguém pra mim
Que me faça sentir sem chão
Que me provoque arrepios pelo corpo
Que me faça perder todo o ar
Que me faça perder a razão

Quero alguém que me critique
Que me puxe para o lado e me dê um sermão
Que me repreenda caso tenha razão
Que não use palavras duras, sem coração
Mas que saiba usar o tato sem causar grandes estragos

Quero alguém que não me sufoque
Que não veja em mim um objeto de obsessão
Que não exploda com ciúmes sem fundamentos
Com histórias sem cabimentos

Quero alguém para mim
Que com um simples toque
Faça explodir toda a paixão
Que se transforme em meu porto seguro
Onde eu me sinta completamente seguro

Quero alguém que me olhe
E que ao me olhar, eu possa em seus olhos mergulhar
E que me abraçando, me deixe abraçar-te
E que me beijando, me deixa beijar-te
E que me amando, me deixa amar-te


Esse poema escrevi a algum tempo atrás, onde a princípio eu fiquei meio indeciso se deveria postá-lo ou não, acabou que me convenceram a postar, rsrsrs.

É isso

Bjo

Contato:dilsantos@rocketmail.com
25/08/2011

4 comentários:

Frederico disse...

e quem não quer alguém para si ehehehe
bjoo querido

Cesinha disse...

Eu penso que, quem quer com força, com o coração e o pensamento consegue sim! Palavras fortes e lindas essas do seu poema...

Beijos.

Margot disse...

Muito bonito Dil.... parece ter sido tirado de você com muita ânsia. abraços

Fred disse...

"Te convenceram"?!?!? Hummmmmmm... Aí tem... hahahahahaha! Que bom que postou! Bem bacana! Bjãozão, querido"